Cotidiano / Economia

Governo concede licença para empresa investir mais de R$ 300 mi em MS

Fábrica de madeiras deve faturar R$ 170 milhões em 2017

Ludyney Moura Publicado em 22/05/2015, às 21h57

None
reinaldo_img_6689_divulgacao_chico_ribeiro.jpg

Fábrica de madeiras deve faturar R$ 170 milhões em 2017

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou nesta sexta-feira (22) a licença prévia para instalação de um fábrica de móveis de madeira no município de Água Clara, com investimentos previstos de R$ 304 milhões.

Apenas no período de instalação da fábrica, a empresa, Asperbras, deve gerar 700 empregos. “Mas na primeira linha quando começarmos a operar devemos gerar algo entre 100 e 150 empregos diretos”, afirma o presidente da empresa, Francisco Colnaghe, que revelou que o início das atividades está previsto para janeiro de 2017.

Na avaliação do governador, a chegada de mais um fábrica para o Estado é a ‘confirmação’ de que Mato Grosso do Sul se torna um dos destinos mais atrativos para investimentos de empresas do Brasil e do exterior.

“Acredito que este projeto só trará benefícios e além de elevar a autoestima da população local vai criar uma nova perspectiva de futuro nas pessoas, vai melhorar a geração de renda e o número de empregos. Naturalmente a indústria tem uma visão social muito grande e vamos fazer parcerias com o Grupo. A diretoria já sinalizou nesse sentido e com essa parceria vamos melhorar a saúde, a educação e a assistência social”, afirmou o prefeito de Água Clara, Silas José (PSDB).

A intenção do grupo Asperbras, que atua em diversos segmentos entre eles a montagem de projetos industriais, construção e incorporação imobiliária, pretende produzir 200 mil m3 de placas por ano de placas de fibra de madeira de média densidade (MDF e MDP), com possibilidade de expandir para uma segunda linha a fim de produzir 460 mil m3 por ano e  chegar a um faturamento de R$ 170 milhões ano.

Jornal Midiamax