Cotidiano / Economia

Exportações de industrializados de MS reduzem em 22% nos primeiros meses

O acumulado do ano aponta perdas de 13%

Thatiana Melo Publicado em 11/08/2015, às 15h34

None
industria.jpg

O acumulado do ano aponta perdas de 13%

As exportações de industrializados em Mato Grosso do Sul tiveram uma redução de 22% nos primeiros sete meses deste ano em comparação ao ano passado, passando de US$ 2,17 bilhões para US$ 1,69 bilhões.

A redução ocorreu em seis grupos de janeiro a junho de 2015, os setores que mais sofreram com a redução nas exportações foram “Couros e Peles”, “Extrativo Mineral”, “Óleos Vegetais”, “Complexo Frigorífico”, “Alimentos e Bebidas” e “Papel e Celulose”.

De acordo com dados da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), a redução teve como principal influência a diminuição das importações dos principais compradores do mercado sul-mato-grossense. Ainda de acordo com os dados, o acumulado do ano acumulou perdas de 13%.

O setor que mais teve queda foi o de “Extrativo Mineral”, com recuo de 63,3% influenciado pela queda de 55% no preço da tonelada de minério de ferro. Em segundo está o grupo  de “Couros e Peles”, com queda de 38,7%, seguido por “Complexo Frigorífico”, com queda de 28%, devido a diminuição de importantes mercados, principalmente, o mercado da Rússia que sozinha foi responsável por uma redução de US$ 176,6 milhões.

O grupo “Óleos Vegetais” apontou um recuo de 25,3%, seguido por “Alimentos e Bebidas”, com recuo de 13,1% e “Papel e Celulose” com redução de 2%.  

Jornal Midiamax