Cotidiano / Economia

Energia terá bandeira tarifária vermelha em julho

Acréscimo é de R$ 5,50 por cada 100 quilowatts/hora

Kemila Pellin Publicado em 29/06/2015, às 19h41

None
images.jpg

Acréscimo é de R$ 5,50 por cada 100 quilowatts/hora

A energia elétrica terá um custo mais elevado no mês de julho devido à bandeira tarifária vermelha, que significa um acréscimo de R$ 5,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A cor da bandeira para este mês foi divulgada na última sexta-feira (26) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O sistema de bandeiras tarifárias, que começou a vigorar neste ano, indica se a energia custará mais ou menos, conforme as condições de geração de eletricidade, e com isso tentar estimular o uso consciente da energia elétrica, sem desperdício.

Cores

  • Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;
  • Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 2,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos;
  • Bandeira vermelha: condições mais custosas de geração. A tarifa sobre acréscimo de R$ 5,50 para cada 100 kWh consumidos

Jornal Midiamax