Comprar a casa dos sonhos ou adquirir carros luxuosos até estão entre os planos dos campo-grandenses caso conquistem o prêmio de R$ 570 milhões sorteado pela Mega da Virada, neste domingo (31). Entretanto, o topo da lista dos desejos é viajar pelo mundo. As apostas podem ser feitas até este domingo.

O sorteio, que será o maior da história, já mexe com a imaginação de todos, que planejam a melhor forma de gastar a bolada, caso iniciem o ano milionários. Em , os planos se dividem entre viajar, comprar casas e ajudar o próximo.

Elizete de Fátima, de 62 anos, aproveitou o último dia lotéricas abertas para fazer sua aposta e afirmou que, se ganhar o prêmio, vai usar o dinheiro para ajudar familiares e aproveitar o restante da vida viajando.

“Vou ajudar minha família e tenho o sonho de ir para a Itália, se ganhou vou passar um tempo por lá”, comentou enquanto pensava nas melhores dezenas para conseguir o tão sonhado prêmio.

mega da virada aposta mega sena
Elizete de Fátima sonha em viajar para a Itália. (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Claudeir da Silva, de 46 anos, possui planos parecidos. Para ele, o prêmio mudaria sua vida e afirma que um dos principais sonhos é viajar para conhecer o Brasil e também Alemanha.

“Ajudar a família é claro, conhecer esse Brasil e também tenho a vontade de conhecer a Alemanha, é um país que gosto da história”, disse.

Claudia de Oliveira, de 48 anos, também planeja viajar com o valor milionário, mas afirma que os primeiros passos seriam ajudar instituições que assistem pessoas que vivem em situação de rua e pagar a de medicina para sua filha.

“Quero dar uma qualidade de vida melhor, não é porque essas pessoas estão nas ruas que eles são menos que nós. Dar condições para que essas pessoas voltem para o lar, família e consigam se reintegrar na sociedade”, explicou.

mega da virada aposta mega sena
Claudia de Oliveira quer ajudar projetos sociais. (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Caixa alerta para golpes na Mega da Virada

Com a proximidade do sorteio da Mega-Sena da Virada, no qual deve ser pago o maior prêmio da história, estimado em R$ 550 milhões, a Caixa Econômica Federal alerta para a crescente disseminação de falsas sobre as loterias federais. 

Uma das mais espalhadas, segundo o banco público responsável pela loteria federal, é a de que as bolas numeradas utilizadas nos sorteios teriam pesos diferentes, tornando previsíveis os números sorteados. 

Segundo a Caixa, todas as bolinhas são feitas de borracha maciça e possuem o mesmo peso e diâmetro, de 66 gramas e 50 milímetros, respectivamente.

Um instituto de metrologia especializado faz verificações periódicas dessas características, de modo a atestar a integridade e aleatoriedade dos sorteios, informou o banco. 

Mega da Virada (Foto: Reprodução, Agência Brasil)

Outra notícia falsa que volta a circular com mais força perto da Mega da Virada é a de que os sorteios não são fiscalizados.

A Caixa informa que, na verdade, a cada sorteio, são selecionados representantes do público presente no local para acompanharem cada etapa, desde a abertura das maletas e carregamento dos globos até a confirmação dos números sorteados e o fechamento das maletas no final.