Sem obrigação da validade nos rótulos, confira dicas para identificar vegetais frescos

Determinação divide opiniões, uma vez que, pode auxiliar na cultura do desperdício e/ou causar confusão em consumidores
| 29/07/2022
- 14:09
validade vegetais
Manter alimentos conservados em casa também faz diferença. (Foto: Nathália Alcântara/Midiamax)

A validade já não é mais uma obrigatoriedade nos rótulos e embalagens de produtos vegetais, por decisão da portaria do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), publicada na última quarta-feira (26). Contudo, aos não acostumados em fazer as compras de verduras, hortaliças e frutas, o Midiamax reuniu as principais dicas de como identificar vegetais frescos bons para consumo.

Determinação divide opiniões, uma vez que, pode causar confusão em consumidores que são acostumados a comprar olhando a validade do alimento. Por outro lado, a nutricionista Fátima Aparecida ressalta que a medida deve auxiliar na cultura do desperdício, discussão urgente em vista do da fome e miséria no país.

“Muitos compraram pelo visual da verdura, somos acostumados a comprar o ‘bom’, sequer olhando a validade. Quando o vegetal saia da validade, mercados grandes costumam doar esse alimentos para instituições carentes ou descartando, produtos que não necessariamente estavam impróprios para consumido, apenas passaram do tempo de nas gôndolas. Com isso em pauta, podemos acreditar que seja uma medida de proteção ao meio ambiente e sustentabilidade dos alimentos”, disse.

As dicas da profissão são para atender os sentidos sensoriais, como a cor, odor e textura. Ou seja, se o produto apresenta uma cor diferente do amarelo ao marrom, o produto pode estar mais maduro, logo, não é um produto fresco; assim como a textura firma e mole; por fim o cheiro é muito importante, já que produtos frescos não têm cheiro forte ou ruim.

“O produto orgânico, aquele que não tem conservantes ou produtos químicos, têm a durabilidade menor comprado aos que possuem variações na produção. Após a compra, o ideal é higienizar bem o vegetal, manter conservado em ambiente refrigerado, longe da exposição ao calor e bem higienizado.

vegetais com color
Vegetais com color são pontos importantes na identificação da validade. (Foto: Reprodução/Shutterstock)

Verduras e vegetais

O talo fresco é verde, com o passar o tempo e madurando, vai ficar amarelado. A textura também vai ficando mais mole. O tomate é um bom exemplo, conforme vai ficando mais maduro, a tonalidade e textura muda. Ele não é bom para salada in natura, mas é ótimo para molhos ou fazer seco, na airfryer.

Hortaliças

As hortaliças, por exemplo, o alface, cheiro verde, rúcula e outros, quando estão frescos estão verdes. Ele vai perdendo a frescura quando começa a ficar marrom, escurecendo, até ficar preto. Então deixa de ser bom para consumo, podendo ser revertido para adubo.

Frutas

Se atende a orientação de qualquer variação na cor, aparência ou odor. Produtos estragados têm fungos e bolor, como a laranja, que apresenta o bolor na casca. Nesses caso não pode ser consumido nenhum pedaço, nem que seja para retirar apenas o pedaço com a mancha.

Produtos cortados

Os produtos que são vendidos já cortados nos mercados, para facilitar a rotina, principalmente de quem compra algo para comer no intervalo, essas tem oscidação acelerada

Veja também

Últimas notícias