Cotidiano / Consumidor

Pesquisa com preço dos alimentos encontra diferença de até 291% em Campo Grande

A maior variação foi identificada no preço da banana, que custa de R$ 1,79 a R$ 6,99

Mylena Rocha Publicado em 25/05/2021, às 12h39

None
Arquivo/Midiamax

O Procon de Campo Grande realizou uma pesquisa com os preços dos alimentos que compõem a cesta básica. Entre os dias 12 e 13 de maio, as equipes estiveram em 15 estabelecimentos localizados em diferentes bairros da Capital e a diferença do preço dos alimentos chegou a 291%. 

As amostras foram coletadas em grandes supermercados e no mercadão municipal da capital, totalizando 15 estabelecimentos. A pesquisa considerou as sete regiões de Campo Grande:  Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo. A maior variação de preço encontrada entre os locais pesquisados foi a banana nanica, com 291% de variação. Em um supermercado, o quilograma da banana custava R$ 1,79, enquanto em outro o preço chegou a R$ 6,99. 

Além disso, os fiscais flagraram diferença de 247% no preço do pacote de 2 kg de açúcar. Os fiscais encontraram o produto por R$ 2,59 em um estabelecimento e R$ 8,99 em outro. O preço do kg do tomate também mostrou grande diferença, em um local custava R$ 2,29 e em outro chegou a R$ 6,99. 

Segundo o Procon, foram encontrado sete itens com variação acima de 100%: laranja, com variação de 195%; sal da marca Cisne 172%, maçã 134%, café da marca Café Brasileiro 110%, margarina da marca Claybon 103%, macarrão espaguete marca Dallas 101% e o Pão com uma Variação de 100%.

No quesito itens de higiene, o creme dental da marca Colgate foi o item que teve a maior variação com 223%, seguida pela marca Sorriso com 165% e Closeup com 115%. Outros itens de higiene apresentaram uma variação de preço do sabonete da marca Lux de 148% seguido pela marca Albany com 115% e  Paumolive 84% de variação no Preço.

O subsecretário Thiago Almeida orienta que levando em consideração as altas variações dos preços dos produtos se torna importante fazer a pesquisa de preço para obter uma economia considerável no valor final da sua compra. Confira a pesquisa completa aqui. 

Jornal Midiamax