Cotidiano / Consumidor

Consumidora compra leite estragado mesmo na validade em supermercado de Campo Grande

Leite que foi R$ 3,65 estava azedo e com soro na parte superior

Mariane Chianezi Publicado em 26/11/2021, às 17h54

None
Fala Povo, Midiamax

Uma consumidora, de 25 anos, se surpreendeu ao comprar um leite integral longa vida e, mesmo na validade, bebida estava estragada. A compra de R$ 3,65 foi feita em um supermercado na Avenida Manoel da Costa Lima, na Vila Piratinga, em Campo Grande. 

Ao Jornal Midiamax, ela contou que comprou o leite longa vida nesta quinta-feira (25) e ao abrir para tomar nesta sexta-feira (26) estava estragado. "Mesmo na validade, o aspecto estava bem duvidoso. Como está na validade, acredito que isso seja responsabilidade do fabricante", pontuou.

Em registro encaminhado, a consumidora coloca o líquido no copo e o que cai é apenas um soro, nada comum em um leite em embalagem longa vida. A reportagem acionou a empresa Italac por e-mail, questionando como a consumidora poderia proceder diante da situação, mas até o fechamento do material, não havia respondido.

Bolinho mofado, mas na validade

Há três semanas, uma consumidora também comprou produto alimentício na validade, mas quando embalagem foi aberta, estava estragado. A mãe de duas crianças relatou que bolinhos comprados estava mofados. 

“Ontem mandei esse bolinho na lancheira dos meus filhos e a professora me mandou uma foto me mostrando como estava. Por sorte ele não abriu sozinho e comeu. Se tivesse comido poderia estar internado em um hospital com infecção alimentar”, disse a mãe do menino de 2 anos.

Ela relatou que compra sempre os produtos para mandar como lanche aos filhos e essa foi a primeira vez que isso aconteceu. No total, ela havia comprado oito bolinhos e, segundo ela, o marido retornaria ao estabelecimento para trocar os produtos.

Jornal Midiamax