Cotidiano / Consumidor

Cesta básica em Dourados tem 14 produtos com diferença superior a 100%

Para conseguir produtos mais e que fazem parte da cesta básica, o consumidor douradense terá que pesquisar. Um levantamento feito pelo Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) percorreu 12 (doze) supermercados da cidade de Dourados e encontrou diferenças de até 100% entre um produto e outro. De acordo com o Procon, foram […]

Marcos Morandi Publicado em 04/03/2021, às 08h06

Em dourados 14 produtos apresentaram diferenças de preços de até 100%.(Foto: Reprodução)
Em dourados 14 produtos apresentaram diferenças de preços de até 100%.(Foto: Reprodução) - Em dourados 14 produtos apresentaram diferenças de preços de até 100%.(Foto: Reprodução)

Para conseguir produtos mais e que fazem parte da cesta básica, o consumidor douradense terá que pesquisar. Um levantamento feito pelo Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) percorreu 12 (doze) supermercados da cidade de Dourados e encontrou diferenças de até 100% entre um produto e outro.

De acordo com o Procon, foram coletados preços de 29 (vinte e nove) itens, sendo considerados para levantamento produtos pré-definidos. Os itens estão sendo divulgados nesta pesquisa.

No levantamento feito pelo órgão de defesa do consumidor, foram coletados preços de 29 itens, sendo considerados para levantamento produtos pré-definidos. Os itens estão sendo divulgados nesta pesquisa.

Os produtos apresentaram variação significativa de um estabelecimento para outro, onde o Extrato de Tomate 350 ml apresentou diferença de 507,14% entre o menor e o maior preço. A Goiabada 600 gramas teve diferença de 224,27% entre o menor e o maior preço; e o Alho 200 gramas teve diferença de 162,54%.  Já a Batata Kg apresentou diferença de 100,46%.

Foram encontrados 14 (quatorze) produtos com diferença superior a 100% (cem por cento) entre os estabelecimentos com menor preço para o maior, como, por exemplo, Sabão em pó, Margarina, Bolacha Agua e Sal, creme dental, Erva Mate Tereré e o Fubá. A diferença do estabelecimento com menor preço e o de maior preço nesta pesquisa é de 26,6%.

Em relação à pesquisa do mês de Fevereiro de 2021  houve aumento de  1,38% e segundo o Probco, o consumidor deve ficar atento às especificações contidas na embalagem, como prazo de validade, composição e peso líquido do produto.

Jornal Midiamax