Cotidiano / Consumidor

Mês de fevereiro começa com queda de preço da gasolina e diesel nas refinarias

A Petrobras anunciou na última quinta-feira (30) que reduziria em 3% os preços da gasolina e do diesel nas refinarias do país. A medida passou a vigorar na sexta-feira (31), mas ainda deve demorar a chegar nos postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul. O repasse depende de uma série de fatores. À reportagem […]

Vinícius Costa Publicado em 01/02/2020, às 18h13 - Atualizado em 14/07/2020, às 14h02

(Foto: Leonardo de França, Midiamax)
(Foto: Leonardo de França, Midiamax) - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

A Petrobras anunciou na última quinta-feira (30) que reduziria em 3% os preços da gasolina e do diesel nas refinarias do país. A medida passou a vigorar na sexta-feira (31), mas ainda deve demorar a chegar nos postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul.

O repasse depende de uma série de fatores. À reportagem em meados de janeiro, o diretor do Sinpetro-MS (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo e Lubrificantes), Edson Lazarotto explicou que o preço acontece “primeiro nas refinarias, passa pelas distribuidoras e depois chega aos postos de combustíveis que é o último elo dessa cadeia”.

Na última redução feita pela Petrobras, que também culminou em queda de 3% nos preços da gasolina, o diretor destacou que os consumidores não deveriam sentir tanta diferença na economia, já que o “desconto” seria de no máximo R$ 0,03 centavos.

A Petrobras cortou os preços dos combustíveis pela terceira vez no mês de janeiro. Com isso, a redução chega em um acumulado de 10% no ano, enquanto a gasolina caiu em aproximadamente 7% no ano de 2020.

Jornal Midiamax