Cotidiano / Consumidor

Farmácia de manipulação é autuada por lucrar 80% na venda de álcool em gel

Após denúncia de um consumidor que se sentiu prejudicado com preços abusivos de álcool em gel 70%, uma farmácia de manipulação foi autuada..

Dândara Genelhú Publicado em 16/04/2020, às 13h53 - Atualizado às 17h01

Foto: Reprodução/ Procon Campo Grande.
Foto: Reprodução/ Procon Campo Grande. - Foto: Reprodução/ Procon Campo Grande.

Após denúncia de um consumidor que se sentiu prejudicado com preços abusivos de álcool em gel 70%, uma farmácia de manipulação foi autuada pelo Procon Campo Grande. Durante a fiscalização foi comprovado lucro de 80% sobre o produto.

Em meio a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, a procura por álcool em gel 70% aumentou, por ser recomendado para higienização eficaz das mãos. De acordo com a equipe do Procon Campo Grande, a Orgânica Farmácia de Manipulação, da avenida Mato Grosso, comercializava este tipo de produto com irregularidades nos preços.

O produto de 500 ml estava sendo comercializado por R$ 28,80 e o mesmo produto em embalagem de 60 ml por R$ 10,90. Segundo o órgão de defesa dos consumidores, assim como a denúncia que gerou esta autuação, os campo-grandenses devem denunciar quando se sentirem lesados por preços abusivos.

Em nota, a Orgânica Farmácia de Manipulação informou que a fiscalização aconteceu no dia 15 de abril e que não houve comprovação, por parte do Procon Campo Grande, de que o lucro ganho pelo produto fosse de 80%. “A empresa não apresentou sua defesa, muito menos os documentos comprobatórios. Ressalta-se que o preço do produto da farmácia não pode ser aferida pela interpretação única da margem do lucro bruto, na medida em que as despesas de comercialização (salários e encargos sociais, impostos e contribuições sociais, etc.) devem ser levadas em conta no preço final”, justifica o texto.

Para conferir a nota na íntegra, clique aqui.

Como denunciar?

Denúncias sobre irregularidades podem ser feita na unidade do Procon Campo Grande que funciona na Avenida Afonso Pena 3128, próximo a Prefeitura Municipal, das 08h30 às 13h30, o telefone para contato é o 2020-1231. Os consumidores também podem entrar em contato por meio do WhatsApp (67) 98469-1001 ou pelas redes sociais do órgão.

Jornal Midiamax