Cotidiano / Consumidor

Após pagamentos indevidos, Funsaud alega erro nas extras de servidores em Dourados

Pagamentos indevidos de horas extras durante o mês de maio foi apontado pela Funsaud (Fundação dos Serviços de Saúde de Dourados). O erro foi reconhecido na edição do Diário Oficial do Município desta segunda-feira (1). Segundo nota publicada pela Funsaud “ocorreu um erro no cálculo de horas extras e Descanso Semanal Remunerado-DSR referente ao mês […]

Marcos Morandi Publicado em 02/06/2020, às 10h49 - Atualizado às 12h18

O Hospital da Vida é administrado pela Funsaud. (Foto: A.Frota).
O Hospital da Vida é administrado pela Funsaud. (Foto: A.Frota). - O Hospital da Vida é administrado pela Funsaud. (Foto: A.Frota).

Pagamentos indevidos de horas extras durante o mês de maio foi apontado pela Funsaud (Fundação dos Serviços de Saúde de Dourados). O erro foi reconhecido na edição do Diário Oficial do Município desta segunda-feira (1).

Segundo nota publicada pela Funsaud “ocorreu um erro no cálculo de horas extras e Descanso Semanal Remunerado-DSR referente ao mês de março de 2020 (03/2020), ocasionando um pagamento a maior e indevido a todos os trabalhadores que fizeram horas extras neste mês”.

A nota é assinada por Renato Cezar Nassr, interventor da Funsaud e secretário-adjunto de Saúde, pelo diretor administrativo da Fundação, Mateus Tavares Fernandes encarregado de Contabilidade , Ricardo Romeiro Rodrigues também pela coordenadora do Departamento pessoal e gestão de pessoas, Mônica Pacheco Valente.

A Funsaud foi criada pela administração municipal para administrar a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 Horas e o Hospital da Vida e está sob intervenção.

Jornal Midiamax