Cotidiano / Consumidor

Pesquise antes: preço de produtos natalinos varia até 173% em Campo Grande

Os consumidores que fizerem uma pesquisa antes das compras para a ceia de Natal podem economizar neste fim de ano. Só com o bacalhau, a economia já vale a pena: o mesmo produto chegou a custar R$ 32,90 em um mercado e R$ 89,90 em outro, uma diferença de 173%. Para ajudar na economia, uma […]

Mylena Rocha Publicado em 12/12/2019, às 08h41 - Atualizado às 13h31

Foto: Procon
Foto: Procon - Foto: Procon

Os consumidores que fizerem uma pesquisa antes das compras para a ceia de Natal podem economizar neste fim de ano. Só com o bacalhau, a economia já vale a pena: o mesmo produto chegou a custar R$ 32,90 em um mercado e R$ 89,90 em outro, uma diferença de 173%. Para ajudar na economia, uma pesquisa do Procon (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) Estadual traz os preços dos produtos da ceia em alguns supermercados de Campo Grande.

A pesquisa foi realizada entre os dias 2 e 10 de dezembro em oito estabelecimentos: Assai atacadista (avenida Consul Assaf Trad), Atacadão (avenida Coronel Antonino), Carrefour (shopping Campo Grande), Comper (avenida Mascarenhas de Moraes), Extra Hipermercados (rua Maracaju), Fort Atacadista (rua São Borja), Pag Poko (avenida Pedro Chaves dos Santos) e Supermercado Pires (avenida Marquês de Pombal).

Além do bacalhau, outros produtos têm preços diferentes nos supermercados: panetone de frutas Tommy (103,6%); farofa pronta Yoki (101%); azeitona verde Hemmer (93,6%); azeitona verde La Violeteira (88,2%); lombo congelado temperado Sadia (86,9%); azeitona preta Raiola (81,4%); entre outros.

A pesquisa também mostra a variação nos preços dos produtos em relação ao ano passado. O pernil suíno com osso teve um aumento de 48,6% nos preços, a média era de R$ 7,99 no ano passado e chega a R$ 15,55 em 2019. O produto que ficou mais barato foi a lentinha, com uma queda de 39,52% no preço, variando de R$ 11,12 para R$ 7,97.

Confira a pesquisa de preços de 2019

Confira a variação entre 2018 e 2019

Jornal Midiamax