Cotidiano / Consumidor

Procon encontra até 109% de variação no preço da carne em Campo Grande

O Procon Campo Grande realizou nos dias 17 e 18 de dezembro pesquisa de preços de carnes e encontrou variação de até 109%. Foram levantados os valores de cortes de carnes bovinas (de primeira e de segunda), além de suínos e aves. A maior variação, de 109%, refere-se aos cortes de carne bovina de segunda: […]

Guilherme Cavalcante Publicado em 20/12/2019, às 08h34 - Atualizado às 15h37

Ilustrativa | Divulgação | Abiec
Ilustrativa | Divulgação | Abiec - Ilustrativa | Divulgação | Abiec

O Procon Campo Grande realizou nos dias 17 e 18 de dezembro pesquisa de preços de carnes e encontrou variação de até 109%. Foram levantados os valores de cortes de carnes bovinas (de primeira e de segunda), além de suínos e aves.

A maior variação, de 109%, refere-se aos cortes de carne bovina de segunda: o menor preço encontrado foi de R$ 16,95, no Supermercado Mister Júnior, e o maior foi de R$ 35,49 no Extra Hipermercado. Outra peça com variação de preço superior a 100% foi a maminha (carne nobre), com menor preço a R$ 25,99 (Supermercado São João) e maior a R$ 52,99 (Extra Hipermercado). A variação foi calculada em 104%.

Com tantas variações, o Procon Campo Grande orienta que consumidores façam pesquisas antes da compra e que fiquem atentos, também, às eventuais promoções oferecidas pelos estabelecimentos comerciais.

  • Peito de frango: 104%
  • Costela suína: 101%
  • Frango inteiro: 99%
  • Lombo suíno: 92%
  • Picanha: 91%
  • Coxa e sobrecoxa de frango: 79%
  • Paleta e pernil suínos: 73%

Confira abaixo as tabelas completas com as principais variações de preços, inclusive por região urbana:

Jornal Midiamax