Cotidiano / Consumidor

De olho na páscoa: preço do salmão cai 31,32% em um mês na Capital

Valores dos pescados variam até 112%

Tatiana Marin Publicado em 12/04/2017, às 17h20

None
salmon-1650412_960_720.jpg

Valores dos pescados variam até 112%

Já estamos na Semana Santa e pesquisa realizada pelo Procon/MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) mostra variação de até 112% nos preços dos pescados comercializados em estabelecimentos de Campo Grande e variação de 73% para os ovos de chocolates. 

Se você ainda não comprou os ingredientes para o almoço da sexta-feira Santa, fique atento à diferença de preços dos pescados. O peixe que apresentou a maior queda no valor médio foi o salmão 500 gramas. Na pesquisa de março, ele custava até 31,32% a mais. Em março o Procon constatou que o salmão era vendido, em média, por R$ 41,64. Já em abril, o peixe pode ser comprado por R$ 20,98.

O dourado inteiro foi o item em que mais observou-se variação: de R$ 18,79 a R$ 39,90 o quilo, uma variação de 112% entre os estabelecimentos que ofertam os maiores e os menores preços.

Na última pesquisa realizada, foram coletados preços de 42 itens, entre peixes de água doce, salgada e diferentes tipos de bacalhau. Em relação aos dois levantamentos realizados pelo Procon/MS, 20 tiveram redução dos preços médios verificados, entre 0,81% e 31,32%.O produto com maior queda de preço foi o salmão de 500g, que era encontrado, em média, por R$ 41,64 e nessa pesquisa está custando R$ 28,60, em média, com preços entre R$ 20,98 e R$ 35,98.

Ovos de chocolate

Os ovos de chocolate também apresentam grande variação de preços entre estabelecimentos. Entre os 92 itens pesquisados, em 9 pontos, o produto com maior variação de preço é o Bis Meio a Meio de 530g. O produto está sendo comercializado com preços de R$ 34,90 a R$ 60,40, o que corresponde a uma variação de 73%. No entanto, a média de variação entre todos os itens pesquisados é de 20,41%. Na pesquisa é possível saber ainda quais estabelecimentos ofertam o maior número de itens com menor preço.

Com relação à comparação entre a primeira pesquisa de chocolate, cotada entre os dias 13 e 21 de março, e a divulgada nesta semana, é possível constatar que a maior variação foi de cerca de 26%. Sete itens tiveram aumento do preço médio no período; 10 mantiveram o preço e 53 itens tiveram redução no preço ofertado ao consumidor.

O Laka Meio Diamante Negro de 205g, na época da primeira pesquisa, estava sendo vendido, em média, por R$ 57,10 e agora pode ser encontrado por R$ 24,99, uma queda de cerca de 56% no preço. 

Pesquisa

O superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão, salienta que o levantamento, tanto dos ovos de Páscoa quanto dos peixes inclui uma análise comparativa com a primeira pesquisa realizada em março deste ano, com o objetivo de verificar a variação dos preços com a proximidade do feriado da Páscoa. “A intenção da pesquisa é contribuir para que o consumidor saiba em quais estabelecimentos será possível economizar”, ressalta.

A pesquisa dos peixes foi realizada em 16 estabelecimentos comerciais da Capital entre os dias 1º e 6 de abril e a dos chocolates de 1º a 7 de abril em nove supermercados. As tabelas completas podem ser acessadas no site do Procon/MS, no item Pesquisas de Preços ou neste link.

Jornal Midiamax