Cotidiano / Consumidor

Cesta básica encarece na Capital e se aproxima dos R$ 400

Em fevereiro a cesta básica custava R$ 385,22

Tatiana Marin Publicado em 06/04/2017, às 16h54

None
pagamento.jpg

Em fevereiro a cesta básica custava R$ 385,22

A cesta básica no mês de março em Campo Grande ficou R$ 6,57 mais cara que fevereiro passando a custar R$ 391,95. Conforme dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) o aumento registrado foi de 1,70%. Em fevereiro a cesta básica custava R$ 385,22.

De acordo com o relatório do Dieese emitido nesta quinta-feira (06), a cesta básica em Campo Grande foi a 9ª mais barata entre as 27 capitais pesquisadas. Apesar de estar mais cara, os 22 itens pesquisados acumularam redução de 3,95% em 2017 e -0,53% nos últimos 12 meses.

Entre os itens que sofreram variação, destaca-se o preço do tomate, que foi um dos que mais contribuíram para o aumento, subindo 29,05% na capital. A batata sofreu majoração de 11,17%, sendo o terceiro maior aumento entre as 9 capitais que registraram alta. O feijão, que registrou queda nas 22 capitais pesquisadas, teve alta em Campo Grande, com índice de 0,22%. Já o café, que sofreu aumento em 20 cidades, teve registro de redução na capital, passando a custar 1,49% menos. Apesar dos reflexos sentidos pelos frigoríficos com a Operação Carne Fraca, os preços do produto não sofreram variação significativa. O Dieese registrou diminuição de 2,07% de gasto com carne no mês pelos campo-grandenses. 

Jornal Midiamax