Na tarde deste sábado (13), moradores do Aero Rancho, em Campo Grande, denunciaram o atropelamento de uma Arara-canindé.

Segundo o relato, a ave silvestre teria morrido na hora, após ser atropelada na Rua Raquel de Queiroz, sendo socorrida e levada até a residência de moradores da região.

Uma das mulheres responsáveis por resgatar a arara, Josyane Oliveira, gravou imagens, demonstrando tristeza e indignação com o ocorrido. Veja o vídeo:

Vídeo compartilhado pelas resdes sociais.

A reportagem acionou a PMA (Polícia Militar Ambiental), mas não houve retorno até a publicação desta matéria. O espaço permanece aberto para acréscimo de informação.

O que fazer nesses casos?

Conforme já divulgado pela PMA, quem se deparar com um animal silvestre ferido deve entrar em contato com a PMA, que fará o resgate.

A orientação é evitar se aproximar do bicho.Os telefones da PMA em Campo Grande são o (67) 3357-1500 e o (67) 9984-5013.

Arara-canindé em ambientes urbanos

Segundo informações do Instituto a Arara Azul, no Brasil, esta ave habita muitos biomas: da Mata Atlântica à Amazônia e do Pantanal ao Cerrado.

Porém, com a quantidade excessiva de desmatamento e degradação de seus habitats pelos seres humanos, esta arara se adaptou à algumas cidades, como por exemplo, Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, que já ficou conhecida como “capital das araras”.

Entretanto, a adaptação em ambientes urbanos expõe esse animal a riscos como os atropelamentos, entre outros.

Principalmente pelo fato desta espécie estar bastante habituada nas cidades, os impactos urbanos se tornam frequentes, como por exemplo, a poluição sonora, eletrocussão em cabos elétricos, ataques por animais domésticos, colisão em prédios, acidentes com fios de pipa, atropelamentos e conflitos com seres humanos.

💬 Receba notícias antes de todo mundo

Seja o primeiro a saber de tudo o que acontece nas cidades de Mato Grosso do Sul. São notícias em tempo real com informações detalhadas dos casos policiais, tempo em MS, trânsito, vagas de emprego e concursos, direitos do consumidor. Além disso, você fica por dentro das últimas novidades sobre política, transparência e escândalos.
📢 Participe da nossa comunidade no WhatsApp e acompanhe a cobertura jornalística mais completa e mais rápida de Mato Grosso do Sul.