Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande, promoveram na última semana o ‘2° Treinamento de Atendimento Pré-Hospitalar (APH)’ para militares do 9º Batalhão de Engenharia de Combate Carlos Camisão, situado no município. O 1º treinamento ocorreu em abril do ano passado e formou 41 militares. O objetivo também é aperfeiçoar a desenvoltura na prática de salvamento e resgate, para operações de salvamento integrada, caso necessário.

Participaram 23 militares de diversas seções do Batalhão, incluindo teoria e prática, capacitando a prestação de atendimento em situações de emergência envolvendo traumas, ferimentos, imobilizações, parada cardiorrespiratória, método Stop The Blend, atendimento veicular, entre outros. Foram montados vários cenários de acidentes, levando os militares demonstrar as agilidades adquiridas durante os dias de treinamento, com simulados de atendimento às vítimas de acidentes de trânsito.

Além do treinamento beneficiar diretamente o serviço dos militares, já que este participam de várias operações externas, manejo com armamento e, até mesmo, atendimento interno no Batalhão, em ocorrências como quedas de altura elevada, quedas em ambiente esportivo, ferimento por arma de fogo entre outros, o coordenador do SAMU de Aquidauana, Héverton Bastos reforça a importância desta parceria com o Exército Brasileiro, no atendimento às vitimas de acidentes já que a região tem como corredor de grande fluxo de veículos de passeio e os pesados, como caminhões e ônibus, as rodovias BR-262 e a BR-419, além da Estrada Parque.

“O nosso serviço de urgência atende Aquidauana, Anastácio e uma boa extensão das BR-262 e BR-419, então caso venha acontecer um incidente com múltiplas vítimas, além do Corpo de Bombeiros, também vamos contar com os militares do 9º Batalhão, que estarão capacitados para este primeiro atendimento no local do sinistro, realizando uma operação integrada, agilizando o socorro às possíveis vítimas”, disse ao Jornal Midiamax.