A servidora aposentada da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Dora Albuquerque, está internada há 4 meses nos Estados Unidos após sofrer uma hemorragia intracraniana. Dora é mãe da advogada Carolina Albuquerque Machado, que morreu em 2017 após um acidente na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Dora estava internada em uma UTI e a família criou uma vaquinha virtual para arrecadar fundos para trazê-la de volta a Mato Grosso do Sul. “Próximo a maior quantidade de pessoas amadas, seu tratamento pode ser maximizado”, diz a descrição da vaquinha, escrita por sua outra filha.

Segundo o texto, Dora estava visitando a filha quando sofreu uma hemorragia intracraniana por conta da ruptura de um aneurisma. “Os primeiros 180 dias após a hemorragia intracraniana são cruciais para alcançar a recuperação máxima. Cada dia conta, e o tempo está passando”, diz.

Dora já saiu da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e já movimenta os dedos da mão esquerda, controla o olhar e aparenta estar consciente na maior parte do tempo. “No entanto, ela ainda não pode se comunicar e ainda tem um longo caminho pela frente. Ela está internada em um hospital próximo a Nova York, onde eu trabalho”, descreve.

“Minha mãe sempre foi uma mulher forte e independente, enfrentando desafios com coragem e determinação. Até mesmo em seu momento mais difícil, quando perdeu minha irmã em um acidente, manteve a força e cuidou de seu neto e sua família sem desabar”, diz.

A família está em trâmite para conseguir um UTI aérea para que ela retorno à Campo Grande e faça a reabilitação. O link da vaquinha está disponível clicando aqui. Também é possível contribuir enviando qualquer valor pelo PIX usando a chave 4907598@vakinha.com.br.