O MEC (Ministério da Educação) atualiza diariamente as notas de corte para o ingresso pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificado) para desespero de alguns candidatos, mas também o alívio de outros que prestaram o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Nesta quarta-feira (24), a pasta divulgou a segunda parcial oficial das notas, o que fez com que alguns cursos baixassem as notas de corte e que outros aumentassem. Confira algumas mudanças nas universidades de Mato Grosso do Sul.

UFMS

Na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), o curso de Engenharia Civil, com média de 829,89 pontos, segue como o mais concorrido. Vale lembrar que a nota é defina de acordo com os candidatos inscritos e as vagas disponíveis.

A menor também continua sendo em Matemática no Campus Aquidauana, com 468,77 pontos. Entretanto, Engenharia Física subiu de 772,47 pontos para 793,10 de um dia para o outro. Engenharia de Alimentos (721,92) também ficou mais concorrida, subindo 779,33.

Já Engenharia de Produção caiu de 789,68 para 743,56. Outra que desceu foi a nota de Arquitetura e Urbanismo, saindo de 782,62 para 761,88.

Confira as novas notas:

A (Universidade Estadual de MS) registrou aumento na procura dos cursos, com as notas de corte da maioria dos cursos aumentando. Dos principais, apenas Medicina – o mais concorrido – teve queda na nota, que caiu de 824,72 ontem, para 823,44 nesta quarta.

Já Psicologia, Direito (Campus das Moreninhas) e Ciência da Computação tiveram aumento proporcional nas notas de corte – não mexendo na classificação.

  • Psicologia: de 724,85 para 734,28
  • Direito: de 714,75 para 730,73
  • Ciência da Computação: de 708,26 para 709,04

O posto de menor nota agora é de Matemática, com 243,06 pontos. Outros 10 cursos apresentam nota mínima de 1,00 pontos, pois tem mais vagas que candidatos.

Confira as novas notas:

UFGD

Na (Universidade Federal da Grande Dourados), um dos aumentos mais expressivos foi o de psicologia, que saiu de 679,76 para 706,08 pontos. Medicina subiu de 792,74 de nota de corte para 794,36, e Direito de 710,52 para 713,06.

Nutrição também teve mudança, saindo de 644,62 para 672,32. Entretanto, Agronomia caiu de 656,18 para 654,36; e Engenharia Civil de 655,06 para 645,98.

Confira as novas notas:

No (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) todos os cursos disponíveis tiveram aumento na nota de corte de um dia para o outro. Engenharia da Computação assumiu o posto de mais concorrido (aumentou de 659,10 para 708,38).

Seguido por Sistemas para Internet (de 621,82 para 703,99) e Análise e Desenvolvimento de Sistemas (de 664,47 para 682,76). Já Redes de Computadores, que ontem tinha nota mínima de 1,00, nesta quarta tem nota de corte de 378,28 pontos.

Confira as novas notas:

Mais de 4,4 mil vagas no Sisu em MS

Na UFMS estão disponíveis as notas de 150 cursos, que podem ser conferidos clicando aqui. A instituição oferece 2.063 vagas pelo Sisu. O ingresso será no primeiro semestre de 2024, exceto para os cursos de Direito (noturno), Engenharia Civil (vespertino/noturno) e Pedagogia (noturno) na Cidade Universitária, que iniciam as aulas somente no segundo semestre.

Na UEMS (Universidade Estadual de MS) são 1.243 vagas por meio do Sisu em 2024. Diferentemente dos anos anteriores, em 2024, a de espera poderá ser utilizada durante todo o ano pelas instituições de educação superior participantes, para preenchimento das vagas eventualmente não ocupadas na chamada regular.

Na edição deste ano, a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) terá 815 vagas disponíveis para ingresso, com 357 vagas destinadas à ampla concorrência e 458 vagas reservadas para os estudantes que fizeram todo o ensino médio em escola pública.

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) está com 320 vagas abertas para cursos gratuitos de graduação, com ingresso no 2º semestre deste ano. O IFMS possui ainda uma política de ação afirmativa local (bônus) que se aplica exclusivamente aos candidatos da Ampla Concorrência.

Poderão ter acréscimo de 20% na nota geral do Enem aqueles que sejam residentes e domiciliados na área de abrangência do campus onde concorre à vaga. O candidato deverá optar pela modalidade de cota local no momento da inscrição.

Sisu 2024

As inscrições ficam abertas até o dia 25 de janeiro. Entretanto, neste ano o Sisu passa a ter apenas uma edição anual. Ao todo, serão ofertadas 264 mil vagas em instituições públicas de educação superior. Em MS, há 4.430 vagas previstas, o que corresponde a 1,7% do total do país.

Os interessados em tentar uma vaga devem se inscrever no prazo indicado por meio do Portal Único de Acesso, clicando aqui.