A partir desta quinta-feira (11), a força-tarefa montada pela administração municipal e que conta com o apoio da Fiocruz, para atuar no combate à dengue, passa a contar com estudantes de medicina da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Eles irão percorrer bairros e regiões centrais da cidade.

Entre as tarefas dos voluntários está o trabalho de conscientização das famílias douradenses para a necessidade de vacinação contra a doença. O imunizante está disponível desde o início de janeiro, mas até o momento a procura pelo mesmo está abaixo da média.

De janeiro até agora, 50 mil pessoas com idades entre 4 e 59 anos receberam a primeira dose na cidade. Para atingir a meta é preciso ao menos dobrar o número até 30 de abril e a cidade pode ir além porque tem 150 mil doses em estoque. 

Dourados é a única cidade do Brasil com a imunização contra a dengue feita em massa e de graça, por conta de um estudo feito em parceria com o laboratório japonês Takeda Pharma, fabricante da vacina, única aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). 

A data segue os critérios técnicos definidos pelo laboratório, levando em consideração o período entre as duas doses que é de 3 meses. “Dourados está tendo a oportunidade única. Nosso objetivo é atingir essa meta porque essas vacinas [da primeira dose] vencem na primeira semana de maio”, explica o médico infectologista e pesquisador doutor da Fiocruz, Julio Croda, coordenador do estudo.

“Estamos intensificando todas as nossas ações, além daquelas já realizadas nas nossas unidades básicas e na sala de vacinação do PAM, temos 10 equipes volantes para ações ‘extra muro’ de imunização”, explica o secretário municipal de saúde, Waldno Pereira Lucena Júnior.

Até carros de som percorrem bairros chamando a atenção dos moradores. “A ideia é a gente vacinar em locais de grande concentração de pessoas como praças, supermercados, atacadões nos bairros mais periféricos. Garantir que essas pessoas tenham acesso.

Além disso, parte dessa equipe também será deslocada para grandes empresas. Nós estamos programando o Dia D de vacinação que vai ser no sábado. Todas as unidades de saúde estarão abertas para receber o público para a campanha de vacinação tanto para dengue quanto para influenza”, explica Croda.