Não são apenas os adultos que curtem a folia no 2024. Os pequenos também tem espaço na maior festa de rua do Brasil e aproveitam ao lado de toda a família uma completamente pensada para a diversão deles. No bloco Capivara Blasé, por exemplo, desde as 15h acontece uma matinê com marchinhas e espaço especial para as poderem brincar.

Regiane Almeida Franco conta que este é o terceiro ano que a família completa participa do Carnaval campo-grandense. A primeira vez foi em 2019, quando todos se fantasiaram de Ursinhos Carinhosos. Devido à pandemia, ficaram dois anos longe das avenidas, mas no ano passado, não pensaram duas vezes antes de retornar com a tradição, dessa vez, como a Turma do Super Mário.

“Foi muito legal”, lembra ela. “E dessa vez a gente veio, sempre procurando incluir toda a família. E assim, a gente escolhe o tema e a gente mesmo faz a confecção. As meninas que gostam muito. (…) Aí a gente vai costurando, customizando”, conta ela, que além de proporcionar um momento de qualidade com os filhos, ainda garante fantasias com baixo custo na confecção.

(Ana Laura Menegat, Jornal Midiamax)

E para que toda a família possa participar, tem um ‘macetezinho’. Sempre que o tema para as fantasias vai ser escolhido, eles buscam algo que tenho vários personagens para que todos os membros sejam incluídos na brincadeira. Neste ano, 5 dias foram necessários para a conclusão da produção de todos os looks que usariam no Carnaval. “A gente tem um grupo, o nosso grupo do carnaval, e aí quando começa novembro, outubro, a gente já começa a bombar ele”, conta.

Esta é a primeira vez que Graziela Pires e Dario Bedana levam o filho João Roberto, de quase 4 anos, para curtir a folia. Fantasiados de super-herói, Graziela conta que a ideia do tema foi do pequeno. “Ele está adorando, tá superanimado”, aponta.

(Ana Laura Menegat, Jornal Midiamax)

Encantada pelo Carnaval da criançada, Salvadora Pereira, conhecida como Sasá, aproveita o período para garantir uma renda-extra. Com diversos produtos que agregam à folia da garotada, a vendedora afirma que se diverte vendo os pequenos brincando e que quando começa o Carnaval para os adultos, ela encerra as vendas e volta pra casa.

“Sempre venho, porque eu amo as crianças. Eu amo as crianças, adoro vir no Carnaval só de criança mesmo. Não participo do adulto”, pontua. “Todo ano eu tenho o maior orgulho de vir vender essas coisas lindas, porque eu sou apaixonada”, explica.

“Ontem tava maravilhoso, vendi tudo, graças a Deus. E hoje espero vender tudo”, afirma Sasá, que vende confetes, espumas entre outros artigos carnavalescos para a criançada.

Saiba Mais