O Centro Cultural José Octavio Guizzo foi reinaugurado na noite desta terça-feira (02) com a presença de autoridades e a Cia Cênica Nau de Ícaros com o espetáculo “A verdadeira história do Barão”,.no Teatro Aracy Balabanian. Também haverá apresentação nesta quarta-feira (03), com entrada gratuita. O local estava fechado desde 2016 e a partir de 2022 começou a passar por reformas.

O público foi recepcionado na noite desta terça com performances em homenagens a Aracy Balabanian, Rubens Corrêa, Conceição Ferreira, Wega Nery e Ignês Corrêa da Costa.

“No Centro Cultural foi feita feita uma reforma total, completa, banheiros, instalações elétricas, hidráulicas. Foram trocados todo o mobiliário, acústica, sonorização além de uma ampliação dos camarins e tudo equipado para atender com acessibilidade”, diz a arquiteta Cláudia La Picirelli de Arruda.

“É uma emoção maravilhosa para mim, minha família. Esse espaço foi sonhado, idealizado e construído pelo meu pai, para a população de . Um Centro Cultural para o povo, para todas as manifestações artísticas de nosso estado”, comentou Danuza Guizo, filha do músico, jornalista e escritor José Octávio Guizzo, que dá nome ao Centro Cultural.

O Centro Cultural possui infraestrutura para a realização de oficinas de dança, música, teatro e artes plásticas, espetáculos, exposições, palestras, exibições de vídeos e eventos similares. Também abriga salas com nomes de personalidades relacionadas à cultura como Teatro Aracy Balabanian, Sala de Convenções Rubens Corrêa, Sala de Ensaios Conceição Ferreira, Galerias de Exposições Wega

Nery e Ignês Corrêa da Costa. Possui ainda Sala Central, Sala de Música e Ateliê de Artes.
As reservas de ingressos para esta quarta-feira (03) deverão ser feitas pela no link https://www.sympla.com.br/reinauguracao-teatro-aracy-ballabanian—peca-nau-de-icaros__2396229

Foto: Henrique Arakaki

Foto: Henrique Arakaki

Foto: Henrique Arakaki

Foto: Henrique Arakaki

Foto: Henrique Arakaki

Foto: Henrique Arakaki