A vendedora de frango assado Cleia Lopes, de 47 anos, não conseguiu trabalhar este de semana. É que ela foi levada para a com a clavícula trincada após ser atropelada em .

Conforme a vítima, o atropelamento aconteceu na esquina de sua casa, no cruzamento entre a Rua Yokohama com a Arthur Bernardes, na Vila Santo Amaro. E apesar do susto, ela está bem e já se recupera em casa, com a ajuda dos filhos e do marido.

“Foi na sexta, dia 22, graças a Deus só trincou a clavícula. Estou com muita dor e usando uma tipóia. Mas eu sobrevivi a esse atropelamento”, diz Cleia ao enviar ao Jornal Midiamax o vídeo impactante do momento em que foi atropelada.

Atenção, as imagens são fortes. Recomenda-se cuidado. Veja:

Segundo o relato, Cleia estava indo ao supermercado quando tudo aconteceu. “Do nada, esse carro entrou na contramão. Quando eu vi, ele já bateu e me arremessou”, conta ela.

Para sua sorte, uma viatura do Samu passava na mesma hora e a socorreu. Cleia também conta que o motorista que a atropelou foi até sua casa e não fugiu da responsabilidade. “Ele veio e arcou com o que meu esposo gastou. Mas ele fala que foi um carro que tirou a visão dele e não me viu”, afirma a vendedora de frango assado.

“Eu vendo frango assado aos finais de semana. Por causa desse acidente, fiquei sem vender ontem e hoje”, lamenta, ao mesmo tempo em que comemora o fato de não ter acontecido nada pior e, principalmente, por estar viva.

Fala Povo: fale com os jornalistas do Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal MidiamaxFala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas.

Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook. Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei. Acompanhe nossas atualizações no FacebookInstagram e Tiktok