Servidores municipais de já começam a se preparar para o feriado de e Dia de Santo Antônio, padroeiro de Campo Grande, que deve emendar seis dias de descanso. Com isso, cidades turísticas de Campo Grande já começam a se preparar para receber visitantes a 10 dias para o início do feriadão. 

Em , a 285 quilômetros de Campo Grande, o turismo já sente as mudanças na procura por hospedagem. Segundo Maria Aparecida Sanches, gerente do Marruá em , a taxa de ocupação é de 63% até esta terça-feira (30) e 70% entre 8 e 11 de junho. 

Conforme informações de Elias de Oliveira Francisco, diretor de turismo de Bonito, os feriados de junho, que compreendem o feriado nacional de Corpus Christi e Regional Dia de Santo Antônio, é um período excelente para os turistas que visitam a cidade por ser baixa temporada. Com isso, os valores são mais vantajosos.

“As atividades turísticas funcionarão normalmente em Bonito nos feriados de Junho, pois é um período de baixa temporada e isso incentiva uma procura maior em virtude dos valores de hospedagem e atrações turísticas que operam com valores mais baixos em relação aos outros períodos do ano”, explica.

Assim, a cidade tem grande expectativa econômica comercial para os próximos dias, especialmente pela localização estratégica do destino. Assim, o diretor espera um crescimento de 10% na economia. 

“O crescimento no setor de turismo principalmente quando se refere ao ecoturismo e turismo de natureza é notável após o período de pandemia em virtude do aumento da procura por esse segmento. Se continuar nessa crescente, o aumento previsto é de 10% para esse período”, salienta Elias, que pontua também o quanto o feriado de Santo Antônio incentiva os campo-grandenses a escolherem Bonito como destino de lazer. 

Injeção na economia local 

Já em , cidade a 210 quilômetros de Campo Grande conhecida por passeios naturais e belas cachoeiras, Tammy Riwlly Duarte, diretora do Departamento de Políticas Públicas de Turismo, disse ao Jornal Midiamax que a taxa de reservas em hotéis está maior do que no ano passado no mesmo período. 

“Esperamos atingir 100% de lotação. É uma injeção valiosa na economia local, é uma estimativa em números recordes, pois a procura esse ano está maior do que no ano passado. Acreditamos que seja pela grade de shows e rodeios”, informa. 

A prefeitura ainda pontua que Rio Verde tem ótimas opções de passeio, descanso e lazer. “Para quem quer curtir o show à noite e desfrutar das belezas naturais nos balneários da cidade. Bares, Restaurantes, Hotéis, Pousadas e Balneários estão com seu funcionamento normal”. 

Cachoeira em Rio Verde de MT
Cachoeira em Rio Verde de MT (Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Feriadão 

Em Campo Grande, servidores podem ter feriadão de até seis dias, mas a folga ainda depende de publicação municipal. Pela publicação federal, dia 9 de junho, sexta-feira, será ponto facultativo na administração federal. O dia anterior, a quinta-feira, dia 8 de junho, já tinha sido estabelecido como dia sem trabalho por conta de feriado.

Tradicionalmente, os governos estaduais e as prefeituras seguem as determinações federais em casos de ponto facultativo de feriados nacionais.

Por isso, a prefeitura de Campo Grande já determinou quatro dias de folga para o servidores municipais. Segundo a prefeitura, a Capital terá ponto facultativo no dia 9. Com isso, os servidores garantem quatro dias de folga, de quinta (8) até domingo (11).

Folgas para a segunda (12) e terça (13), quando é comemorado o dia do padroeiro de Campo Grande, Santo Antônio, ainda não foram definidas pela prefeitura, mas devem ser publicadas em breve. Além disso, escolas municipais já iniciaram a divulgação do calendário escolar que prevê a folga de seis dias.