Prevista para ocorrer apenas na quarta-feira (13), alguns moradores já começam a sentir o famoso ‘cheirinho de ' na tarde desta terça-feira (12), em .

Apesar de leve, os poucos pingos já são o suficiente para amenizar o calor registrado nos últimos dias. De acordo com o meteorologista da Uniderp, Natalio Abraão, foram registrados cerca de 0,5mm em algumas regiões.

“Essa chuva é ocasional, isso quando a umidade está em baixos níveis. No caso, a umidade subiu demais e criou um excedente de água na nuvem, gerando chuva sem volume expressivo”, explicou o meteorologista.

Além disso, ele explica que chuvas de maior volume devem atingir o Estado na madrugada de amanhã.

Previsão de chuva forte em algumas cidades

As cidades localizadas na região oeste e sul devem registrar chuvas e tempestades ao longo do dia. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) prevê pancadas que podem alcançar os 50 mm/dia.

Além disso, estão previstos intensos de até 60 km/h e queda de granizo. Por fim, existe a possibilidade de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e alagamentos.

O instituto pede para que as pessoas não se abriguem debaixo de árvores e não estacionem veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

Na região nordeste do Estado, cidades sofrem com a seca

O publicou outros dois avisos relacionados ao tempo seco que castiga cidades localizadas na região nordeste do Estado. Em alguns locais, a umidade deve ficar entre 20% e 12%, clima próximo ao de deserto.

Um pouco mais ao centro, a gravidade é menor. A expectativa é que a umidade fique entre 30% e 20%. Assim, a possibilidade de incêndios em vegetação aumenta na região.

O Inmet pede para que as pessoas bebam bastante água e evitem exposição ao sol e desgaste físico em horários de maior seca. O instituto também instrui as pessoas a utilizarem hidratante e protetor solar.