Quem queria passear no Parque das Nações Indígenas encontrou o espaço com os portões fechados na tarde desta segunda-feira (24), antes do que foi previsto pelo poder público, que seria às 17h. 

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) anunciou que o parque seria fechado no fim da tarde desta segunda devido a problemas na rede elétrica. Contudo, por volta das 15h30 os portões já estavam trancados. 

A atendente Nelma Soares Vieira, de 40 anos, levou os dois filhos de oito e seis anos de idade para brincar no parque, mas a família teve que voltar para casa na Mata do Jacinto antes do planejado. 

“A gente levou as crianças porque são férias escolares e só deixaram uma mulher grávida entrar para fazer fotos, mas não deixaram a gente entrar. Eu não entendo porque o cadeado não precisa de energia para abrir e se for por falta de claridade tem sol, antes de escurecer poderiam fechar”, contou a mulher indignada. 

Nelma Vieira acrescenta que faltam locais de lazer em Campo Grande para as crianças brincarem durante as férias. 

“Ele gostam de brincar no parquinho, ver as capivaras, ficar na grama. Mas não eram só os meus, tinham outras crianças lá”, ela relembra. 

O Parque das Nações Indígenas sofreu um apagão no último domingo devido a problemas na parte elétrica. De acordo com o Imasul, responsável pelo parque, o local seria fechado às 17h desta segunda e reaberto às 06h de terça-feira (25), voltando com o horário normal.

Vale lembrar que em 15 de maio o parque foi fechado antes do horário normal por causa de problemas de abastecimento de água.

O Jornal Midiamax solicitou uma nota para a Semadesc, secretaria estadual que administra o Parque das Nações Indígenas, sobre o motivo do fechamento fechado antes do previsto. Confira abaixo a nota:

“A equipe foi mobilizada para orientar os frequentadores a evacuarem o Parque tendo em vista que os portões se fecharão às 17h. Como a equipe é pequena, o parque é muito extenso e há muita gente nesse horário, o trabalho de orientação começou mais cedo. Amanhã abre 6h”, diz o comunicado.