Apesar de ser conhecida como a Capital que tem ares de interior, já se aproxima da marca de 1 milhão de habitantes. E um dos pontos centrais para o funcionamento de um município é a sua , ainda mais em se tratando de uma capital.

Nesta terça-feira (16), é celebrado o Dia do Gari, digna profissão que mantém a limpeza do município em dia. Conforme dados da Solurb, que administra a manutenção da coleta de lixo e resíduos em Campo Grande, a Capital tem 549 colaboradores.

Levando em conta que a Capital, segundo o Censo 2022 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), está com 942 mil habitantes atualmente, a média é de apenas um gari para cada 1,7 mil habitantes.

gari
Garis ‘limpam' de 942 mil habitantes em Campo Grande (Foto: Divulgação/Solurb)

Do número de colaboradores, 25 são mulheres. A média de dos garis no município é de 36 anos, sendo que o mais jovem tem 19 anos e o mais velho 73.

Serviço

Esses mais de 500 guerreiros da limpeza desempenham duas funções na Capital. Uma é a de coletor, que realiza a coleta de resíduos sólidos nas casas e comércios, e a outra é a de varredor, que varre as ruas e faz a limpeza das feiras.

Para realizar tais serviços, que muitas vezes apresentam riscos à própria saúde, a média salarial de um gari em Campo Grande é de R$ 2.244,12, acrescidos R$ 724,19 em benefícios.

gari
Garis desempenham duas funções em Campo Grande (Foto: Divulgação/Solurb)

Garis coletores precisam lidar, muitas vezes, com o inesperado, como materiais perfurocortantes, como lâminas de barbear, agulhas, vidros quebrados, lâmpadas, latas de condimento serrilhadas, lascas de madeira ou palitos.

Já o serviço de varrição é prestado, exclusivamente, em locais públicos, sendo em ruas, avenidas, praças, parques, canteiros estando dentro de uma área delimitada pela Prefeitura. Os varredores coletam folhas secas, areias/terras, papéis, plásticos, entre outros materiais, e acondicionam em sacos de lixo para posteriormente serem coletados pelos caminhões de coleta.

Este serviço segue um cronograma fixo e na área central de Campo Grande é feito diariamente, no período noturno. Nas regiões imediatas à área central do município, são feitas duas vezes por semana, durante o dia. Já em outras áreas é feita a cada 15 dias.

gari
Garis ajudam na manutenção da cidade (Foto: Divulgação/Solurb)