A nova rota de acesso ao São Julião, aumentou o fluxo de veículos na Rua Faride Georde, e moradores reclamam da falta de um quebra-molas no local. A via é uma alternativa para quem deseja entrar no hospital, já que um trecho da Rua Lino Villacha está interditado por obras em decorrência das chuvas.

De acordo com os moradores, os veículos passam na rua com muita velocidade, e a preocupação é com as que vão andando até a escola cívico-militar. Ainda segundo os moradores, cachorros que tentam atravessar a rua são constantemente atropelados.

O problema, que já é antigo, se intensificou desde que a Rua Lino Villacha foi interditada pela Prefeitura, para fazer as obras da chuva. O pedido do quebra-molas já foi realizado diversas vezes aos órgão públicos, mas nunca foi atendido.

O Jornal Midiamax entrou em contato com a Prefeitura sobre a construção do quebra-molas, mas até o fechamento da matéria não obteve respostas. O canal segue aberto para manifestações.