Todas as 79 cidades de Mato Grosso do Sul estão em alerta de tempestades nesta quarta-feira (25). O (Instituto Nacional de Meteorologia) indica chuvas de intensidade modera a forte, acompanhadas de rajadas de vento e queda de granizo.

O primeiro aviso, com grau de severidade de perigo, tem validade estendida até 10h de quinta-feira (25). O volume de chuva pode variar entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 milímetros por dia, intensos de 60 a 100 km/h, e queda de granizo. A condição favorece o risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Estão listadas as cidades: Água Clara, Alcinópolis, Amambai, , Anaurilândia, Angélica, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Bandeirantes, Bataguassu, Brasilândia, Caarapó, Camapuã, Campo Grande, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corguinho, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Eldorado, Fátima do Sul, Figueirão, Glória de Dourados, Iguatemi, Inocência, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Japorã, Jaraguari, Jateí, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, , Pedro Gomes, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sete Quedas, Sidrolândia, Sonora, Tacuru, Taquarussu, , Três Lagoas e Vicentina.

Com menor intensidade, mas com grau de perigo potencial, o segundo aviso indica chuva de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros ao dia, com ventos de 40 a 60 km/h e queda de granizo. O risco de danos é menor.

A incidência de chuvas intensas pode ser registrada em: Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Ladário, Nioaque, Paranhos e Porto Murtinho.

tempo

Pouca chuva

A mudança no tempo começou na terça-feira (24), com avanço de uma frente fria e condições meteorológicas que favorecem formação de nuvens e chuva.

Segundo o (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), o volume máximo em acumulado das últimas 24h chegou a 55,1 mm, em Dourados.

Corumbá alcançou 48,4 milímetros. O meteorologista Natalio Abrão informou que o volume é quase o esperado para o mês de outubro.

O monitoramento por satélite mostra áreas de instabilidade com chuvas de intensidade fraca a moderada. Pontualmente, ocorrem chuvas mais intensas e tempestades, com destaque nas regiões centro-norte e com deslocamento para nordeste.

Saiba Mais