Nos primeiros dois meses de 2023, média 12 pessoas foram internadas diariamente em para tratamento de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), um total de 764 internações desde janeiro. Dos casos, foram a maioria dos pacientes.

Das notificações de SRAG, crianças com idades entre 1 e 9 anos representaram 24,7% do total de internações. Na sequência, crianças com até um ano (15,1%), idosos com 80 anos ou mais (13,7%), e idosos entre 70 e 79 anos (12,6%). 

Campo Grande lidera o total de notificações, 429 ao todo. Na segunda colocação estão (32) e (30).

Apesar da situação alarmante, dados da SES (Secretaria Estadual de Saúde), apontam que, neste ano, foram registradas apenas cinco confirmações para o vírus Influenza. Nenhum óbito pelo vírus da foi notificado em Mato Grosso do Sul. Em 2022, 112 pessoas morreram no Estado por complicações da doença.

Para reduzir o contágio e prevenir a doença, especialistas ainda recomendam o uso de máscara, especialmente no atual período de chuvas, onde sintomas de resfriado são mais comuns.