A Prefeitura Municipal de participará neste sábado (25), entre as 20h30 e 21h30, da “Hora do Planeta”, reconhecida como a maior e mais tradicional ação global pelo clima, idealizada pela organização de conservação global World Wide Fund for Nature (WWF). Uma das ações do movimento global é apagar as luzes de residências, monumentos e locais interessados, por uma hora.

A “Hora do Planeta” tem como objetivo conscientizar a população, empresas e poder público sobre os desafios socioambientais da atualidade, incluindo a emergência climática e a perda de biodiversidade.

No Brasil, o movimento teve sua primeira edição em 2009 e desde então o município de Campo Grande vem apoiando sua realização. Pessoas físicas, empresas, prefeituras, associações e organizações diversas são convidadas a somar forças e fazer parte deste movimento.

Confira quais locais de Campo Grande devem ter as luzes desligadas: 

– Obelisco: localizado no encontro da com a Rua José Antônio;

– Monumento Maria Fumaça: localizado na Praça José Marcos da Fonseca, na Avenida Calógeras, entre a e Rua Antônio Maria Coelho;

– Praça Pantaneira: localizada no cruzamento das Ruas Barão do Rio Branco e 25 de Dezembro, ao lado do Paço Municipal;

– Monumento em alusão ao Relógio da 14: localizado no cruzamento da com a Avenida Afonso Pena;

– Fonte Luminosa: situada na Praça Ary Coelho, no centro de Campo Grande;

da Prefeitura Municipal de Campo Grande: localizado na Avenida Afonso Pena, 3297;

– Monumento aos Pioneiros: localizado no encontro das Avenidas Presidente Ernesto Geisel e Fernando Corrêa da Costa;

– CREA/MS: Rua Sebastião Taveira, 272;

– Câmara Municipal de Campo Grande: Avenida Ricardo Brandão, 1600;

– SESC Cultura: Avenida Afonso Pena, 2270;

Sobre a Hora do Planeta

O movimento nasceu em Sydney, em 2007, cresceu e se tornou um dos maiores movimentos de base do mundo para o meio ambiente, inspirando indivíduos, comunidades, empresas e organizações em mais de 180 países e territórios a realizar ações em prol do meio ambiente.

O movimento reconhece o papel das pessoas na concepção de soluções para os desafios ambientais mais prementes do planeta e aproveita o poder coletivo de seus milhões de apoiadores para promover as mudanças.