A (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) investiga a morte de seis filhotes de gatos que teriam sido mortos no prédio onde funciona a sede do Ministério da e Abastecimento em Campo Grande. Segundo denúncia, os animais apresentavam sinais compatíveis com envenenamento. 

Em imagens feitas no pátio do órgão é possível ver cinco animais mortos na área de garagem. De acordo com Pablo Chaves, advogado que registrou o caso, após a morte os animais foram colocados em sacos pretos e jogados em lixos da região. 

“Fui até lá, revirei alguns lixos próximos e encontrei um dos gatos mortos. Ele estava espumando na boca”, relata. 

Segundo o advogado, os filhotes mortos são de uma gata que vive na região e é cuidada por alguns funcionários do Ministério, no entanto, a presença dos animais não seria aceita por todos. “Um absurdo total, em um órgão público que é lotado de veterinários e zootecnistas”, comenta Pablo. 

Boletim de Ocorrência por maus-tratos foi registrado e perícia solicitada ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses).

O Jornal Midiamax entrou em contato com o Ministério da Agricultura e Abastecimento da Capital e aguarda posicionamento. 

💬 Receba notícias antes de todo mundo

Seja o primeiro a saber de tudo o que acontece nas cidades de Mato Grosso do Sul. São notícias em tempo real com informações detalhadas dos casos policiais, tempo em MS, trânsito, vagas de emprego e concursos, direitos do consumidor. Além disso, você fica por dentro das últimas novidades sobre política, transparência e escândalos.
📢 Participe da nossa comunidade no WhatsApp e acompanhe a cobertura jornalística mais completa e mais rápida de Mato Grosso do Sul.