Dois meses após interdição da área do Lago do Amor, a Prefeitura de segue com trâmites para contratar empresa especializada para recuperar o local, duramente atingido por fortes chuvas que atingiram a cidade. Segundo Enéas Netto, secretário-adjunto da secretaria municipal de Infraestrutura, o estrago na região é muito maior do que se pode observar. 

Na semana passada, o Jornal Midiamax noticiou que a erosão no lago do amor tem aumentado gradualmente, no entanto, Enéas explica que o novo ponto atingido já fazia parte do espaço traçado para manutenção. 

“Essa segunda parte já estava contemplada porque ali vai ser obra bastante considerável. Ali terá de ser feito um trabalho maior do que parece porque não é só aquela parte que aparece, a erosão já se estende até a Praça das Tilápias, então, toda aquela parte vai ser corrigida”, explica o secretário-adjunto. 

Conforme Enéas, o Município ainda trabalha na fase de contratação da empresa que fará o serviço. “Vai ser contratada empresa para trabalhar em regime emergencial. O processo foi aberto com toda documentação necessária para ser dada ordem de execução o mais rápido possível”, afirma. 

Ponte na José Antônio

Assim como no Lago do Amor, a também está em fase de contratação das obras de conserto da Ponte sobre o Córrego Prosa, no cruzamento da Rua José Antônio com a Avenida Fernando Corrêa da Costa. O contrato estimado em R$ 800 mil também será emergencial, ou seja, dispensa obrigatoriedade de licitação. 

Para as duas obras, não há estimativa de prazo para que a entrega seja feita. “Nesse momento tudo depende das condições climáticas e pelo que temos observado e conversado com institutos, a previsão é de que as chuvas se estendam por mais um tempo”, conclui Enéas. 

Abertura na passarela da ponte na Rua José Antônio. (Foto: Clayton Neves)