Mato Grosso do Sul liderou o ranking de menor umidade do ar do Brasil nas últimas 24 horas. Corumbá registrou índice de 12% no sábado (4), conforme o monitoramento do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Das 19 cidades da , o Estado tem 10 com valores muito abaixo do recomendável para saúde: Corumbá, Nhumirim (14%), São Gabriel do Oeste (15%), Campo Grande (18%), Coxim (19%), Miranda (21%), Água Clara (21%), Jardim (22%), Porto Murtinho (22%) e Três Lagoas (22%).

Frio e tempo seco

Segundo o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), uma massa de ar e seco atua sobre o Estado, influenciando na queda das temperaturas. No sábado (4), foi registrada mínima de 10°C e sensação térmica de 2,5°C, segundo dados do Inmet. É o segundo ano em que uma frente fria gera frio intenso em pleno novembro no Estado.

Cidades da região sul registraram as menores temperaturas. Entre as 4h e 6h de hoje, Ponta Porã registrou temperatura mínima de 10,7°C, com sensação térmica chegando aos 6,5°C. Já em Dourados, a mínima chegou a 10,9°C às 6h, mas a sensação térmica despencou para 2,6°C às 5.

Em , a mínima registrada foi de 10,9°C às 5h e a sensação térmica despencou às 7h, com 4,2°C, segundo o Inmet. Em Aral Moreira, Itaquiraí, Nova Andradina e Laguna Caarapã a mínima ficou em 11°C.

Em Campo Grande, a mínima registrada neste sábado foi de 12,8°C às 6h, com sensação térmica de 5,2°C às 7h. Em Porto Murtinho, considerada a cidade mais quente do Estado, o sábado amanheceu com 13°C e sensação térmica de 10°C.

Apesar do alerta para temporal, não houve registro de significativo em Mato Grosso do Sul na sexta-feira (3), apenas Mundo Novo e Ribas do Rio Pardo registraram 12 mm de chuva. Em Costa Rica, foi registrada rajada de ventos de 80 km/h, mas sem informações sobre estragos deixados.

Saiba Mais