Se o calor de 37,5°C não fosse suficiente, a umidade relativa do ar em Campo Grande bateu recorde de apenas 11% se igualando aos valores encontrados no deserto. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) está com alerta vigente de baixa umidade em todo Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e Clima de MS), esse é o recorde na Capital e de todo o Estado em novembro. As recomendações são de não fazer qualquer atividade ao ar livre entre 10h e 16h, como aulas de educação física, e manter com umidade os ambientes internos, além de beber bastante água.

O alerta do Inmet serve para os 79 municípios de MS e estará vigente até às 21h30 desta segunda. E haja imunidade para viver em Mato Grosso do Sul neste início de novembro.

No fim de semana uma frente fria derrubou as temperaturas em todo o Estado, com mínima de 10°C em várias cidades. Mas a segunda-feira começou com a volta do calorão e temperaturas acima dos 37°C em Campo Grande.

O calor não é isolado, já que nesta tarde o calor se aproximou dos 40°C em Porto Murtinho, com máxima de 39,5°C. Além de Campo Grande, Corumbá, Sidrolândia, Aquidauana, Coxim, enfrentam calor acima dos 37°C nesta segunda.

Semana será de altas temperaturas

Previsão do Cemtec/MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) prevê altas temperaturas nesta semana, no Mato Grosso do Sul. Entre segunda e terça-feira (7), são esperadas máximas de 36°C a 42°C, com umidade relativa do ar em 11%.

O tempo só deve ficar instável e com maior probabilidade de chuva na quinta-feira (9), quando uma frente fria se aproxima. Há possibilidade de temporais.