O Bioparque Pantanal recebeu a mais nova moradora: uma lobinha da espécie Cerdocyon thous, que foi batizada de Delinha. O animal proporcionará educação ambiental para os do complexo, em Campo Grande.

A lobinha, que teve entrada no CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em 2021, não pode ser reintroduzida à natureza e, portanto, foi encaminhada ao Bioparque. No seu novo lar, foram feitas adaptações necessárias, de acordo com as necessidades específicas da espécie.

A coordenadora do CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), Aline Duarte, afirma que agora o animal está em um local adequado.

“O mamífero teve entrada no CRAS em outubro de 2021, trazido pelos bombeiros de Nova Andradina, onde a mesma foi encontrada órfã, com aproximadamente dois meses de vida. Ela não pode mais voltar para a natureza, por isso a destinamos para um espaço adequado”, explica.

Para que Delinha tenha uma melhor adaptação no local, um equipe técnica, formada por profissionais especializados no manejo, nutrição e bem-estar do animal, está responsável pelos cuidados diários.

Demais animais fazem parte do Programa

Assim como Delinha, outros animais, como a sucuri Gaby Amarantos e os jabutis, fazem parte do programa do Bioparque, que busca garantir uma nova chance para animais que não podem ser inseridos na natureza.

Os demais animais também exercem um papel educativo, sendo inseridos em abordagens sobre tráficos de animais, medidas para evitar atropelamentos da fauna, e orientações em caso de se encontrar um animal silvestre.

Homenagem na escolha do nome

A lobinha resgatada foi batizada de Delinha, em homenagem à cantora, que é ícone da regional e considerada a ‘dama do rasqueado'. A artista, que faleceu em 2010, fez sucesso no sertanejo do estado.

Para a inauguração do recinto, que vai abrigar a nova moradora, na área externa do complexo, o filho de Delinha, João Paulo Pompeu, esteve presente e tocou uma moda de viola aos que acompanhavam a cerimônia. “É gratificante saber que minha mãe é tão querida, esse reconhecimento é uma alegria para mim, agradeço ao Bioparque de coração”, comenta.

Além disso, máscaras com o desenho de um lobo foram distribuídas para as crianças que visitavam o Bioparque na manhã desta quinta-feira (23).