Com o intuito de prevenir acidentes neste período de festas de fim de ano, a CCR MSVia, concessionária responsável pela rodovia 163, em parceria com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), realizou uma força-tarefa de fiscalização na rodovia BR 163/MS.

Durante a ação, as câmeras de monitoramento da CCR MSVia foram utilizadas para fiscalizar e coibir ultrapassagens indevidas na rodovia. Além disso, a PRF conduziu a fiscalização efetiva, enquanto a Concessionária forneceu suporte por meio das imagens geradas pelas câmeras.

Gerente de Operações da CCR MSVia, Arrison Szesz, destaca que a utilização das câmeras proporciona uma visão ampla de tudo que ocorre nas estradas, o que facilita a implementação de ações preventivas.

“Fiscalizamos todas as ocorrências na rodovia por meio das câmeras, desde ultrapassagens em faixa contínua até conversões irregulares, além do acompanhamento do limite de velocidade”, destaca.

Força-tarefa
Força-tarefa contou com apoio de helicóptero (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Desde 16 de dezembro, a concessionária, em parceria com a PRF, realiza ações de prevenção a acidentes nas vias. Com a alta de acidentes registrados no período de Natal, as fiscalizações foram intensificadas em todo o Estado.

“Essa ação visa minimizar novos acidentes e promover a conscientização. Neste fim de ano, a previsão é de um aumento de 60% no tráfego, apenas na BR-163, por isso precisamos investir em segurança”, explica a CCR.

Inspetor da PRF-MS, Jaques Douglas, explica que a força-tarefa visa reverter o cenário registrado na última semana, visto que registrou oito mortes a mais que no ano passado.

“Tivemos dados alarmantes na Operação , com um aumento significativo de acidentes graves e oito mortes nas rodovias do Estado, por isso estamos realizando essa ação para evitar que isso ocorra novamente no Ano Novo”, diz.

Operação Natal registra oito mortes em rodovias de MS

Fiscalização
Fiscalização na BR-163 (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Entre os dias 22 e 25 de dezembro, com 30 acidentes, sendo 12 considerados graves. No mesmo período do ano passado, foram 23 acidentes, sendo 4 graves, sem nenhuma morte registrada. Durante as fiscalizações, 1.724 autuações foram registradas, incluindo 146 condutores ou passageiros flagrados sem o cinto de segurança e 42 sendo transportadas sem o dispositivo de segurança (cadeirinha).

Quanto às ultrapassagens indevidas, foram flagrados 421 casos. Foram realizados 1.535 testes de alcoolemia, com 62 pessoas flagradas dirigindo após consumir álcool, resultando em 7 motoristas presos.

Rotina intensa faz motoristas negligenciarem a saúde

Aferição de sinais vitais
Alan parou para aferir seus sinais vitais (Nathalia Alcântara, Midiamax)

Na manhã desta quinta-feira (29), também foram realizadas ‘blitz' de conscientização com os motoristas para promover uma direção segura e defensiva e alertas sobre a importância de estar em plenas condições físicas antes de pegar a estrada.

Carreteiro há 17 anos, Alan Ribeiro, foi parado a caminho de para aferição dos sinais vitais. Segundo o motorista, sem não fosse a ação, dificilmente faria uma parada para verificar suas condições de saúde.

“A falta de tempo faz com que nós motoristas não tenhamos esses cuidados. Sei que é importante, mas na rotina do dia a dia acaba não sobrando uma horinha para isso”, afirma.

A ação foi realizada no posto da PRF, km 454 da BR-163, em Campo Grande, na saída para São Paulo.