Cotidiano

Vacinação em 2022: confira como será a vacinação contra a Covid-19 em MS e em todo o País

Dose de reforço e vacinação de crianças fazem parte do plano de imunização do ano

Fernanda Feliciano Publicado em 02/01/2022, às 16h47 - Atualizado às 16h59

None
Arquivo/Midiamax

Segundo o Ministério da Saúde, a campanha de vacinação contra a Covid-19 em 2022 conta com 354 milhões de doses, sendo utilizados os imunizantes da Pfizer e da AstraZeneca. São 134 milhões já adquiridas em 2021, 120 milhões da AstraZeneca e 100 milhões da Pfizer.

Ainda de acordo com o órgão, os imunizantes foram escolhidos com base no registro definitivo obtido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). As vacinas emergenciais Janssen e Coronavac são descartadas do plano de imunização.

Além disso, a vacinação dará sequência a cobertura das doses do ciclo primário de imunização, com o avanço das doses de reforço em toda a população adulta.

Posso tomar a dose de reforço?

Pessoas com mais de 18 anos já podem tomar a dose de reforço. Para quem tomou Pfizer, AstraZeneca e Coronavac é necessário esperar quatro meses após o esquema vacinal para tomar a dose de reforço, já quem tomou Janssen pode tomar depois de dois a seis meses da dose.

Em Campo Grande, pessoas com 18 anos ou mais com a segunda dose até de 02 de setembro já podem tomar a dose de reforço.

Vai haver vacinação de crianças em MS?

O estado de Mato Grosso do Sul, segundo o secretário estadual de saúde Geraldo Rezende, vai vacinar crianças de 5 a 11 anos de idade, sem a obrigatoriedade da prescrição médica.

O previsto é que os imunizantes destinados para a vacinação do público infantil chegue nesse mês de janeiro. A vacina aplicada será Pfizer, por ser a única aprovada para esse público no país.

Jornal Midiamax