Servidores municipais relatam problema e não conseguem sacar abono do Pasep

Secretaria alega que denúncias são inverídicas e afirma ter efetuado a transmissão da Rais
| 15/03/2022
- 22:06
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Foto: Reprodução)

Servidores municipais que atuam na Semed (Secretaria Municipal de Educação) de Campo Grande estariam impedidos de receber os valores do Pis/Pasep por falta de documentação da Prefeitura Municipal à agência bancária. A Denúncia foi enviado ao Jornal Midiamax pelos servidores que teriam enfrentado o problema.

Conforme os servidores, ao se dirigirem até uma agência do para ter acesso ao abono do Pis/Pasep, teriam sido informado por funcionários do local que o empregador — neste caso, a prefeitura — não teria informado dados necessários para a liberação dos valores.

Eles ainda alegam que a própria , em particular, teria admitido o erro e informado que estava tentando resolver o impasse até o final do mês de março. A reportagem entrou em contato com a secretária e foi informada que o assunto é tratado pela Seges (Secretaria Municipal de Gestão).

Em contato com o secretário da Seges, Agenor Mattielo, fomos informados que o relato dos servidores é inverídico. Em nota, a secretaria alega que a Prefeitura de Campo Grande efetuou a transmissão da Rais (Relação Anual de Informações Sociais) ano-base 2020, no mês de abril de 2021, conforme o calendário anual.

“As informações dos rendimentos recebidos pelo servidor no ano 2020 foram informadas ao Ministério do Trabalho e Previdência no número PIS/PASEP (CNIS) declarado pelo servidor quando da sua admissão ou alteração solicitada”, informou a prefeitura.

A secretaria também afirma que, em contato com o Ministério do Trabalho e Previdência, foi informada que o abono ainda está em processamento, e alguns números PIS/PASEP serão liberados em nova remessa.

Veja também

Hospital de referência no enfrentamento da Covid-19, cerca de 900 funcionários foram infectados

Últimas notícias