Secretários de Educação e Finanças vão à Câmara para discutir reajuste dos professores de Campo Grande

Categoria recusou proposta e agendou paralisação para sexta-feira
| 17/02/2022
- 11:19
Projetos de lei
Vereadores durante sessão na Câmara Municipal de Campo Grande - (Foto: Henrique Arakaki, Jornal Midiamax, Arquivo)

Os secretários de e de Finanças, Elza Fernandes e Neto, vão se reunir com vereadores na Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira (17), para discutir aumento salarial dos professores. O encontro promovido pela Comissão Permanente de Educação está marcado para as 8h. 

Na terça-feira (15), os professores da Reme (Rede Municipal de Ensino) recusaram proposta de reajuste salarial enviada pela Prefeitura de Campo Grande. A categoria enviou uma contraproposta para o executivo municipal e deve paralisar atividades na sexta-feira (18).

No novo documento, a ACP (Associação Campo-Grandense dos Profissionais da Educação) pede o pagamento de 5% do piso em março deste ano, 20,85% em maio e 5% em outubro. Além disso, a categoria pede um calendário com cronograma de pagamento dos 36,29% até 2024.

De acordo com a ACP, os valores apresentados pela prefeitura não alcançariam os 33,24% reivindicados pela associação, por isso foi rejeitada. Não devem participar representantes dos professores, uma vez que a Casa de Leis está com restrição de público devido ao Covid-19.

Veja também

Inflação, também calculada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mostra elevação da inflação no acumulado do ano e pequeno recuo no período de 12 meses

Últimas notícias