Seca provoca perda de 1 milhão de toneladas de soja em MS

O rendimento das safras de soja caiu de 56 para 50 sacas por hectare, totalizando 10% de queda na produtividade
| 21/01/2022
- 19:00
Com base no relatório do SIGA/MS
Com base no relatório do SIGA/MS, 67% das produções de soja estão avaliadas como regular e ruim. - Reprodução/Governo do Estado

Mato Grosso do Sul passou por um período de estiagem severa, pela qual o Governo do Estado decretou situação de emergência em seus 79 municípios por 180 dias, por meio de Diário Oficial publicado no dia 4 janeiro. O setor produtivo do Estado sentiu o impacto da seca com perdas estimadas em 1 milhão de toneladas de grãos na safra de de 2021/2022. 

As informações são do relatório sobre as condições das lavouras de soja desenvolvido pelos técnicos do SIGA/MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio). Os números apontam que, apesar dos 3,7 milhões de hectares de área, o rendimento caiu de 56 sacas por hectare para 50 — isto é, uma queda de 10,7%. 

Ainda com base no relatório do SIGA/MS, 67% das produções de soja estão avaliadas como regular e ruim.

Em relação às perdas das safras de soja, o secretário de Meio Ambiente, Produção e Familiar, Jaime Verruck, afirma que a situação é preocupante. 

Ações em conjunto do governo do Estado e Semagro estão sendo realizadas para o apoio dos produtores. Jaime Verruck também alerta para que os municípios façam o cadastro na para obter o apoio dos órgãos federais em relação à estiagem em Mato Grosso do Sul.

Veja também

Para quem está procurando emprego, a Funsat (Fundação Social do Trabalho de Campo Grande) oferece...

Últimas notícias