Professores da Reme de Dourados rejeitam índice e preparam contraproposta

Percentual de 8% em abril foi descartado em assembleia nesta segunda-feira
| 15/03/2022
- 01:19
Professores da Reme
Professores da Reme, durante protesto em Dourados - Marcos Morandi

A proposta de reajuste linear de 10,39% para os servidores municipais e que previa o pagamento de 8%, que seriam pagos a partir de abril de 2022 e 2,39% a partir de dezembro apresentada pela prefeitura de Dourados foi rejeita. A informação é do (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados), após assembleia da categoria.

Segundo informações do Simted, os trabalhadores em educação ainda estão discutindo a construção de uma nova proposta que deve ser apresentada na próxima quinta-feira (17) em uma nova rodada de negociação. Entretanto, a entidade quer antecipar essa reunião e irá pleitear essa alteração o mais breve possível.

Informações apuradas pelo Midiamax, mas que até o momento ainda não foi confirmada pela entidade representativa dos professores, indicam que na contraposta que deverá ser entregue à administração municipal, os educadores pedem 18% para o magistério, de forma imediata e retroativa a janeiro e 15% em duas parcelas de 7.5% em agosto e 7.5% em dezembro. Além disso, disso será solicitado um reajuste de 10.39% para o administrativo, na data base em abril.

Administração municipal

A proposta da administração municipal, segundo o prefeito Alan Guedes (PP) é extensiva a todos os servidores municipais, sendo que 8% serão pagos a partir de abril de 2022 e 2,39% a partir de dezembro. “Oficializamos a proposta linear para todos os servidores municipais, com reajuste de 10,39% dos salários, ainda dentro de 2022”, afirmou Alan.

O valor apresentado pela gestão foi baseado em estudos, levantamentos fiscais e em consonância com a – Lei Complementar n° 101/2000, que regulamenta a utilização de recursos públicos, objetivando o controle de gastos, respeitando os limites de despesas e cumprindo metas orçamentárias.

 “Temos esse compromisso de austeridade fiscal na gestão do prefeito Alan e mantivemos a proposta dentro do que é viável de acordo com o orçamento público”, ressaltou o secretário de Fazenda, Everson Cordeiro.

Segundo informações divulgadas pela administração municipal, o prefeito também garantiu na tarde desta segunda-feira (14) em reunião com os representantes do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados) o piso nacional aos professores no valor de R$ 3.846,14 para 40 horas trabalhadas semanais.

 “Do ponto de vista financeiro estamos fazendo todos os esforços possíveis para garantir o piso aos professores dentro do ano. Era um compromisso meu com a categoria. Sabemos que existem outras demandas e vamos cuidar para que isso também avance dentro da minha gestão”, disse o prefeito.

Veja também

Moradora que prefere não se identificar entrou em contato com a reportagem para informar a...

Últimas notícias