Prefeitura lança programa 'Reviva Mais Comunitário' nos bairros da Capital

O atendimento e resposta dos encaminhamentos aos órgãos competentes ganharão mais agilidade
| 15/02/2022
- 19:54
Prefeitura lança programa 'Reviva Mais Comunitário' nos bairros da Capital
Divulgação/PMCG

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Subsecretaria de Articulação Social e Assunto Comunitários, lançou nesta terça-feira (15), o o Programa Reviva Mais Comunitário – Suasc Presente. A iniciativa busca aproximar cada vez mais a gestão pública das comunidades nas sete regiões da cidade. Com isso, o atendimento e resposta dos encaminhamentos aos órgãos competentes ganharão mais agilidade.

Agora, com a nova roupagem, o Reviva Mais Comunitário – Suasc Presente atuará diretamente nos bairros, com ações envolvendo atividades sociais, culturais, esportivas e de lazer. A ideia da Suasc é realizar encontros em bairros diferentes a cada 15 dias. A primeira agenda prevista será no dia 8 de março, no Bairro Noroeste. em seguida, será a vez da região do Segredo, no Bairro Bom Retiro, receber a ação. Cerca de 20 funcionários da Subsecretaria de Assuntos Comunitários estarão presentes nessas reuniões, acompanhados pelas lideranças locais.

Durante a solenidade desta manhã, no Teatro do Paço Municipal, o prefeito de Campo Grande destacou a importância desse programa para a cidade. “Uma gestão comprometida precisa estar em sintonia com a população e, por meio das lideranças, que representam as comunidades, nós conseguimos atingir com mais agilidade e assertividade os nossos objetivos. É neste sentido que a nossa administração criou a Suasc, na busca de dar um retorno com mais eficiência para os bairros. É importante essa articulação para que a gente consiga saber em tempo real como estão chegando às comunidades as ações e serviços públicos”.

Para tornar mais eficiente essa articulação, a Suasc realiza capacitações junto aos representantes das comunidades nos bairros, por meio do Prolic – Programa de capacitação de líderes comunitários. Pelo menos 80 pessoas já passaram pelas oficinas, que têm como objetivo ampliar os conhecimentos dessas pessoas para atendimento das principais reivindicações junto aos gestores de políticas públicas.

O subsecretário da Suasc ressalta que esse movimento tem o papel de encurtar o acesso da população aos serviços públicos. “Nosso principal objetivo é acolher a necessidade da população e direcionar os serviços necessários para cada região, ouvir as lideranças comunitárias, com isso deixar a Prefeitura mais perto da população”.

Questões relacionadas à infraestrutura do bairro e encaminhamentos para setores de serviços envolvendo o direito do consumidor e informações sobre documentos e regulamentação de associações são algumas das demandas que podem ser encaminhadas por meio da Suasc, que realiza a articulação desses pleitos junto às secretarias e órgãos públicos responsáveis por cada setor, acompanhando cada caso até a sua resolutividade.

Moradora do Bairro Noroeste, a merendeira Débora Sandim destaca o perfil humanizado da atual gestão pública de Campo Grande. Para ela, pela primeira vez na história os moradores dos bairros têm a chance de conversar diretamente com os gestores públicos. “É evidente pra todo mundo que essa administração da Prefeitura está mais junto da comunidade. Estamos admirados com essa abertura de poder falar diretamente com os gestores, pois nunca tivemos essa oportunidade. A nossa praça da Juventude, por exemplo, abandonada pelas gestões anteriores, foi retomada e já está quase concluída, a partir dessa abertura que tivemos com a equipe do Prefeito, que nos ouviu e deu importância à nossa reivindicação. Esse é só um dos resultados desse trabalho que vem sendo realizado com a comunidade. A sensação é maravilhosa porque estamos sendo ouvidos”.

O líder comunitário da região do Caiobá, Jafé Santos, morador daquele bairro há quase 30 anos, concorda com a Débora e completa dizendo que o programa vai tornar ainda mais ágil a resposta da Prefeitura quanto às solicitações das comunidades. “A iniciativa é muito importante para toda a cidade de Campo Grande. Pelo projeto teremos mais condições de direcionar nossas prioridades. A nossa cidade está vivendo uma fase muito boa, graças a esse atendimento mais voltado para o coletivo. Eu só consigo ver que neste ritmo, os bairros passarão a ser cada vez mais vistos pelo poder público. Prova disso é que nos últimos anos as periferias receberam obras e serviços frequentes, coisa que não se via há muito tempo”.

Sobre a SUASC

Localizada no prédio do Edifício Shopping Marrakesh, a Subsecretaria de Articulação Social e Assuntos Comunitários conta com 25 salas, dentre elas, um auditório para capacitação, além de uma sala para os conselheiros regionais e demais coordenadorias. Na SUASC, também são promovidos cursos de capacitação comunitária e geração de renda. Desde a sua criação, a pasta já realizou mais de 7,7 mil atendimentos entre lideranças e moradores das comunidades em geral.  Atualmente, o órgão tem cadastradas mais de 1 mil entidades entre associações de bairros, clube de mães, entre outras.

Veja também

Diversas outras apostas conseguiram faturar prêmios menores

Últimas notícias