Apesar de alguns estabelecimentos que comercializam combustíveis em , maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul, ainda não ter repassado o reajuste autorizado pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o do litro da já chega a R$ 7,39.

A reportagem do Midiamax fez um levantamento em alguns postos da região central da cidade na manhã deste sábado (18) e constatou que há uma variação de um estabelecimento para outro, que oscilam entre R$ 6, 93 a R$ 7,39. Para conseguir um preço melhor é necessário fazer uma pesquisa em diversos estabelecimentos.

“A situação está complicada. Com dois carros em casa, estamos utilizando somente um e ainda mesmo assim, tivemos que fazer uma otimização na nossa rotina diária principalmente os dias de semana entre levar as crianças para a escola e irmos para o trabalho”, explica a servidora pública Vanessa Magalhães.

Na avaliação do comerciante Carlos Nogueira, 57 anos, a alternativa é fazer uma pesquisa pela cidade e se for necessário, é preciso optar pelo uso do álcool. “[Neste] posto aqui o valor do litro do está R$ 2,10 mais barato que a gasolina. Penso que compensa”, comenta Nogueira.