Parque Estadual Matas do Segredo deve ampliar atividades abertas ao público

Localizado na região norte de Campo Grande, poucas pessoas conhecem o parque
| 06/04/2022
- 12:56
Parque Estadual Matas do Segredo deve ampliar atividades abertas ao público
Poucas pessoas conhecem a área de conservação. (Foto: Divulgação/ Governo de MS)

O Parque Estadual Matas do Segredo está localizado na região norte de Campo Grande, perto dos bairros Jardim Presidente e Nova Lima, mas poucas pessoas conhecem a área de conservação. De acordo com informações divulgadas pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), o Plano de Manejo do Parque Estadual Matas do Segredo foi revisado e traz novas possibilidades de uso da unidade.

O Plano de Manejo — documento que orienta toda gestão, traça as diretrizes, metas e estratégias da unidade de conservação — estabelece cinco estratégias para alcançar as metas definidas ao parque. A principal é ampliar e diversificar as atividades abertas ao público.

É prevista a ampliação da capacidade operacional de atendimento ao público e diversificação das atividades e equipamentos disponíveis. Entre as primeiras providências estão readequar as trilhas permitindo que as pessoas conheçam áreas do parque em que é permitida visitação apenas para fins de educação ambiental e pesquisa. O parque já tem recebido pessoas adeptas ao birdwatching — observação de pássaros na natureza.

“Também há possibilidade de estudos para permitir atividades esportivas de baixo impacto, como gincanas, corridas, circuitos de mountain bike e outras do gênero, e para médio prazo a estruturação de uma área destinada a camping, seguindo todos os procedimentos para minimizar os impactos ambientais e aproximar as pessoas da natureza”, informou a Semagro.

Parque Estadual Matas do Segredo

O parque tem área de 177 hectares e foi criado em 2000 por decreto. Antes disso, o local já era área de relativa conservação: em 1993 ganhou o título de Jardim Botânico de Campo Grande e uma década atrás era a Chácara Santa Inês, propriedade do antigo Previsul.

Conforme a Semagro, a origem do parque está ligada à chegada dos imigrantes japoneses em Campo Grande, na segunda década do Século XX. Eles compraram chácaras nas imediações para cultivar café e verduras. Vestígios da época ainda estão preservados na parte inferior do Parque, cuja vegetação está em fase de recuperação, e é cortada por canais de irrigação cavados pelos colonos japoneses.

Estratégias

O novo Plano de Manejo do Matas do Segredo estabelece cinco estratégias para alcançar as metas definidas ao parque. Além da ampliação da capacidade operacional de atendimento ao público, são metas:

  • Fortalecer a articulação institucional visando contribuir para diminuir a pressão do entorno sobre a unidade. Recentemente um incêndio que começou fora atingiu uma pequena área do parque e causou danos graves à vegetação, que agora está em recuperação.
  • Implantar programa de incentivo a pesquisas na unidade com o objetivo de contribuir para a melhoria na tomada de decisões dos diferentes gestores e agentes públicos e na consequente diminuição dos impactos relacionados às políticas públicas para o setor.
  • Fortalecer o programa de operacionalização por meio de um maior acompanhamento e monitoramento do Planejamento Operativo Anual.
  • Fortalecer o Programa de por meio de parcerias com órgãos de fiscalização para garantir um maior controle das diferentes ameaças sofridas tanto por essa quanto por outras unidades de conservação.

Serviço

A visitação ao Parque Matas do Segredo pode ser feita durante a semana, mediante agendamento pelo telefone 3351-9549. Não há limite mínimo de pessoas, apenas máximo: 15 pessoas por grupo.

O passeio demora em torno de 90 minutos. É necessário usar roupas confortáveis que cubram o máximo do corpo, calçados adequados (botinas são ideais), boné ou chapéu, passar repelente (tem muito mosquito), protetor solar e levar água.

Veja também

Lei federal determina devolução de tributos cobrados a mais dos consumidores

Últimas notícias