Para combater dengue, crianças de Campo Grande irão ‘cuidar’ de mosquito Wolbachia em casa

Objetivo é realçar conscientização com o ambiente e combate ao mosquito Aedes aegypti
| 01/07/2022
- 10:06
wolbitos
Mosquitos com Wolbachia soltos na Capital. (Foto: Divulgação/Governo de MS)

Com objetivo de combater a dengue e aumentar a conscientização nas famílias, crianças de Campo Grande irão ‘cuidar’ em casa do mosquito que contém a bactéria Wolbachia. O inseto ao ser solto impede a proliferação dos vírus da dengue, zika e chikungunya no Aedes aegypti. O projeto foi divulgado pelo secretário da (Secretaria Municipal de ), José Mauro Filho.

O projeto é inovador e será lançado pela primeira vez no mundo. A previsão é que seja lançado durante o mês de agosto, em 15 escolas da região do Segredo, em parceria com a Semed (Secretaria Municipal de Educação). Segundo o secretário, os estudantes irão receber uma cápsula com os ovos do mosquito modificado e, em seguida, será liberado na natureza.

Mosquito Wolbachia

Em abril deste ano, 32 milhões de mosquitos wolbitos, que contêm a bactéria Wolbachia, já foram soltos em 33 bairros de Campo Grande, desde que a Biofábrica, instalada na sede do Lacen/MS (Laboratório Central de Mato Grosso do Sul) entrou em funcionamento em dezembro de 2020.

O projeto está avançando em Campo Grande. Foi finalizada a primeira fase, inclusive o monitoramento (7 bairros). Já na Fase 2, ainda está sendo realizado o monitoramento em 10 bairros. A Fase 3 foi finalizada e estão sendo avaliados os resultados do monitoramento em 15 bairros. Na Fase 4, foram iniciadas as liberações em 7 de março. As liberações da Fase 5 estão previstas para este mês.

*Material atualizado às 11h31, com correção de informações.

Veja também

Pais e filhos aproveitam Dia dos Pais para almoçar e relembrar bons momentos

Últimas notícias