O reconheceu Nossa Senhora do Perpétuo Socorro como Padroeira do Estado de Mato Grosso do Sul: “na esperança que este patronato contribua a suscitar nos fiéis um profundo desejo de santidade”. A notícia foi entregue pelo arcebispo de , Dom Dimas Lara Barbosa ao reitor do Santuário, nessa quinta-feira (4). A concessão é mais um marco na história do Santuário Estadual do Perpétuo Socorro e de Mato Grosso do Sul e também, resultado do empenho por parte da comunidade religiosa e paroquial nos últimos anos.

Este momento único é de comemoração pelas bênçãos destinadas ao Santuário e aos devotos da Mãe do Perpétuo Socorro. Diante disso, este momento será celebrado com uma futura programação, em comunhão com os bispos de Mato Grosso do Sul, mas sobretudo com os milhares de fiéis e devotos que glorificam sua adesão a Cristo, o nosso Perpétuo Socorro, a partir da espiritualidade manifestada pelo Ícone milagroso, venerado de maneira única no Santuário Estadual de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Campo Grande.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi instituída a padroeira civil de Mato Grosso do Sul por meio da Lei Estadual. O de Lei foi aprovado pela Legislativa de Mato Grosso do Sul no dia 20 de dezembro de 2017. Sete dias depois, o Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, sancionou a Lei durante a novena das 9h, do dia 27 de dezembro de 2017.

A Lei incluiu no Calendário Oficial de Eventos do Estado, o dia 27 de junho, Dia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, como a data festiva de honra à Padroeira civil. Conforme a Lei, não é feriado na data.

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se tornou Padroeira de MS, devido à grande devoção pela Mãe que se espalhou pelo Estado. A Paróquia foi fundada em 1939 e tornou-se Santuário em 1999. Nesses anos de história, bênçãos e milagres foram sendo anunciados, pelas cartas que os devotos da Mãe escrevem, contando com alegria e entusiasmo as graças alcançadas. São 18 novenas celebradas todas as quartas-feiras, sendo o maior número de celebrações em todo o mundo, reunindo cerca de 25 mil devotos ao longo do dia. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro também é padroeira de cinco cidades de MS: Antônio João, Bodoquena, Caracol, e Sete Quedas.

Há 90 anos, em 1930, chegaram nessas terras dois padres Missionários Redentoristas vindos da Província de Baltimore dos Estados Unidos. Francis Mohr e Alphonse Hild desembarcaram em Aquidauana/MS, e deram início à presença estável de redentoristas no Mato Grosso do Sul.

A missão foi dada pelo Papa Pio IX, em 1866, quando ao entregar o ícone original de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro disse ao Superior Geral dos Redentoristas: “Fazei-a conhecida no mundo inteiro!”. E hoje, a Mãe do Perpétuo Socorro é um dos títulos marianos mais populares do Brasil.

*Com assessoria