Dos 27 passageiros que estavam em ônibus envolvido em acidente nesta segunda-feira (24), oito precisaram ser encaminhados para atendimento em de Nova Alvorada do Sul, a 117 km de Campo Grande. Sobrevivente disse que outros dois colegas que estavam na caminhonete Hilux haviam ingerido bebida alcoólica.

O ônibus estava fretado pelo município de para levar pacientes para Campo Grande. Conforme o secretário de Saúde de Dourados, Waldno Lucena, um paciente precisou de tomografia e foi transferido para Campo Grande.

A Viatur, empresa de transporte, disse que apura a dinâmica do acidente e lamentou a morte do motorista, Norival Francisco da Silva e que os passageiros receberam o suporte da seguradora.

“Em relação ao fato acontecido na BR 163, lamentamos profundamente a perda das vidas. Estamos em contato com a família do nosso motorista, prestando todo o atendimento necessário neste momento de dor. Prestamos atendimento aos passageiros levando-os para Dourados, seja com ônibus reserva ou com veículos contratados para essa finalidade”, disse em nota.

Motoristas ingeriram álcool

Sobrevivente de acidente em que três pessoas morreram na manhã desta segunda-feira na BR-163 em Rio Brilhante, contou à polícia que ele e os outros dois colegas que estavam na caminhonete haviam ingerido bebida alcoólica momentos antes.

A caminhonete em que o trio estava acabou colidindo frontalmente com um ônibus da empresa Viatur com 27 passageiros. Dois ocupantes da caminhonete e o motorista do ônibus morreram.

O sobrevivente, de 32 anos, que estava na caminhonete, contou que estavam hospedados em um hotel em Pana, distrito de Nova Alvorada do Sul, e que na noite de domingo (23) passaram um bom tempo em uma conveniência e todos haviam ingerido bebida alcoólica.

Em relato, disse ainda que por volta das 1h30 eles saíram de carro para ir ao trabalho, mas que no momento do acidente estava dormindo e só acordou com o impacto da colisão. Apesar do relato, ele ainda não foi ouvido formalmente na delegacia.

Ainda segundo informações um dos passageiros do ônibus afirmou que viu a caminhonete em zig zag antes da colisão.