Cotidiano

‘Moreninhas em luto’: amigos e familiares lamentam morte de locutor em Campo Grande

Izaque Jordão morreu na sexta-feira (7) e a suspeita é de intoxicação por herbicida

Nathália Rabelo Publicado em 08/01/2022, às 10h55

A vítima apresentou vômitos, broncoaspiração e parada cardiorrespiratória
A vítima apresentou vômitos, broncoaspiração e parada cardiorrespiratória - (Foto: Reprodução/Facebook)

Amigos e familiares de Izaque Jordão, que morreu com suspeita de intoxicação por herbicida na sexta-feira (7), prestam homenagem ao famoso locutor conhecido na região das Moreninhas, em Campo Grande.

Nas redes sociais, pessoas se reúnem para condolências. Rosangela Azevedo, viúva do locutor, anunciou a morte do marido no Facebook. “Gente é com muita dor que venho falar que meu marido Izaque Jordão veio a falecer, meu amor”.

Muitos amigos, familiares e fãs também escreveram mensagens de pesar: “Vai com Deus amigo! Descanse em paz”; “Meu Deus do céu, eu não consigo acreditar que meu amigo Izaque Jordao se foi, alguém me diga que isso tudo é um engano. Sem palavras, que Deus conforte o coração da Rose Azevedo e das meninas”; “Meus sentimentos à família e amigos. Que Deus conforte cada um”.

(Foto: Reprodução/Facebook)

O velório de Izaque Jordão ainda está sendo planejado pelos familiares.

Relembre o caso

Conhecido na região das Moreninhas, o locutor Izaque Jordão, de 47 anos, faleceu nessa sexta-feira (7) possivelmente vítima de intoxicação por herbicida, em sua horta na rua dos Topógrafos, no Jardim Campo Nobre em Campo Grande. Vários amigos e familiares fazem homenagem a Izaque nas redes sociais.

Ele foi atendido por uma equipe dos Bombeiros, devido a um mal-estar e rebaixamento do nível de consciência, durante pulverização de herbicida em sua horta. 

Segundo os bombeiros, a vítima apresentou vômitos, broncoaspiração e parada cardíaca. Ele foi submetido à reanimação cardiorrespiratória com choques, medicações, porém morreu no local. A família afirma que Izaque apresentava sintomas gripais recentes. A Perícia da Polícia Civil compareceu ao local. O caso foi registrado como morte a esclarecer na Depac Cepol.

Jornal Midiamax