Mesmo com pandemia, fronteira terá tradicional ‘guerra d’água’ no carnaval

A brincadeira reúne jovens e adultos que jogam bexigas de água na Avenida Brasil, no centro de Ponta Porã
| 24/02/2022
- 14:43
Evento não é realizado há dois anos
Evento não é realizado há dois anos - Reprodução/Redes sociais

Sem de rua, e mesmo com restrições relacionadas à pandemia do coronavírus, Ponta Porã autorizou a realização da ‘guerra d’água’, no domingo (27) e também na terça-feira (1º). A brincadeira pretende reunir jovens e adultos na Avenida Brasil, área central da cidade, das 13 às 17 horas. Nos dois últimos anos o evento, que é considerado tradicional, foi cancelado.

O Bloco dos Sujos, como todos os anos, se apresenta sempre no final da guerra d'água onde participam centenas de pessoas, tanto do lado brasileiro, quanto do paraguaio. Segundo a prefeitura de Ponta Porã, a segurança ficará por conta da Guarda Civil Municipal de Fronteira, Agentes de Trânsito e Policia Militar.

Segundo o Secretário de Segurança do município, Marcelino Nunes de Oliveira, a tradicional guerra d'água teria tido início em Concepción, cidade paraguaia de clima quente, que fica às margens do rio Paraguai.

“As festividades carnavalescas duravam toda a madrugada e, um dia, um grupo teve a brilhante ideia de acordar os foliões beberrões jogando água um nos outros, para curar a ressaca. Aquilo foi se espalhando por toda cidade até chegar à fronteira brasileira e contagiar a todos”, explicou o secretário.

Veja também

Corpo de Bombeiros foi acionado para um incêndio de grandes proporções em vegetação de um...

Últimas notícias